Topo

Moda


Moda

Mulher se torna modelo aos 58 anos: "Achei que o convite fosse um golpe"

Evon Brennan se tornou modelo após os 50 - Reprodução/Instagram
Evon Brennan se tornou modelo após os 50 Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa, em São Paulo

13/07/2019 16h18

A britânica Evon Brennan, 58, não acreditou quando recebeu uma mensagem em seu LinkedIn perguntando se ela tinha interesse em ser modelo. Evan nunca tinha modelado antes ou recebido convites para fazer testes em agências.

Quem estava entrando em contato com ela era Fleur Brady, cofundadora da agência Mrs. Robinson Management. Fleu insistiu na proposta, mas Evan continuou deletando as mensagens.

"Eles entraram em contato comigo do nada. Eu continuei recebendo todas essas mensagens no meu LinkedIn e, em seguida, telefonemas. Eu estava excluindo tudo porque não os conhecia. Achei que o convite fosse um golpe. Eu ouvi 'modelar' e pensei 'de jeito nenhum vou fazer isso'. Acho que fiquei muito assustada, talvez eu não ainda não tinha me visto como modelo ou tenha tido uma impressão ruim do que significa ser modelo", conta em entrevista ao "Metro".

A empresa tentou entrar em contato durante um ano até que, enfim, Fleur e Evon se conheceram pessoalmente. "Eu estava estudando Literatura na época, e descobri que a sede da agência ficava na esquina da rua da minha faculdade. Pensei que, para que saíssem do meu pé, talvez eu devesse entrar e falar com eles".

Ao se conhecerem, Evon e Fleur se deram muito bem e a modelo gostou da equipe, e apesar de ter aceitado a proposta, ainda não conseguia acreditar que era para valer. "Três ou quatro dias depois fui convidada para ir à Alemanha para uma sessão de fotos com a [marca] Schwarzkopf". Desde então, Evon participou de campanhas para marcas como JD Williams e Primark. "Tem sido ótimo, mas levei três anos para finalmente entender que eu amo isso".

"É preciso muito para tirar uma boa fotografia", pensa Evon. "Eu acho que não entendia muito bem a criatividade e o trabalho por trás disso antes. Acho que não percebia como era difícil conseguir uma única boa imagem".

Sendo uma modelo mais velha, ela conta que a agência a tratou muito bem e que entende que a beleza não tem idade. "Eu fui para um casting outro dia e eu era a pessoa mais velha lá. O assistente foi pegar uma cadeira para mim e eu disse: 'Estou grávida de sete meses, mas tudo bem'. Eu precisava fazer essa piada. Mas na maioria das vezes a idade não importa -- é tudo sobre personalidade. Esta indústria está mudando. No meu primeiro casting, eu fiquei encantada com todas as glamourosas senhoras de cabelos grisalhos e pensei: 'Puxa, eu sou parte disso também?'".

Agora, Evon afirma que ama seu trabalho e que não tem planos de parar tão cedo. "Faço coisas que nunca achei que faria, como viajar o mundo. É incrível".