Topo

Mês do Orgulho LGBTQ+


Casal lésbico recebe bilhete fofo por inspirar jovem LGBTQ+ a se assumir

Meghan Stabler e Sal Staw com sua filha - Instagram/Reprodução
Meghan Stabler e Sal Staw com sua filha Imagem: Instagram/Reprodução

da Universa

27/06/2019 13h40

Um casal lésbico do estado do Texas, nos EUA, se emocionou ao encontrar um bilhete fofo dizendo que elas haviam inspirado um jovem a se assumir LGBTQ+ para seus pais. Sal Stow, governadora nacional da Campanha de Direitos Humanos, e Meghan Stabler, uma das diretoras locais do "Planned Parenthood", penduravam uma bandeira do Orgulho LGBTQ+ na frente de sua casa por anos, mas nem imaginavam o efeito que isso causaria.

Quando Sal foi buscar um pacote na quarta-feira (19), ela encontrou o bilhete que dizia: "Olá, vocês não me conhecem, mas meu nome é [censurado]. Estamos nos mudando hoje, mas queria agradecer a vocês".

"Ver a bandeira do Orgulho balançando orgulhosamente do lado de fora da sua casa me deu coragem para me assumir para a minha família e estar confortável com quem eu sou", continuava o bilhete que ainda trazia, abaixo, um desenho de uma pessoa segurando a bandeira do Orgulho Trans e outra do Orgulho Pansexual.

Bilhete recebido pelo casal as emocionou - Twitter/Reprodução
Bilhete recebido pelo casal as emocionou
Imagem: Twitter/Reprodução

"Assim que li a cartinha, comecei a chorar, me dando conta que nossa visibilidade tinha empoderado e validado um jovem para se sentir confortável da maneira que é e se assumir para a família", diz Sal, em entrevista ao "PinkNews". "Meu outro pensamento foi esperar que estivesse tudo bem com ele e que sua família o apoiasse. Se assumir demanda muita coragem e você não sabe como irão reagir", continua.

Sal acredita que ter a bandeira LGBTQ+ em sua casa era importante pois elas vivem numa região muito conservadora e queriam mostrar a outras pessoas LGBTQ+ que sua casa era um lugar seguro. "Temos que nos manter visíveis todos os dias", reforça Sal.

Ela ainda aproveita para mandar uma mensagem ao jovem que escreveu o bilhete. "Se você chegar a ver isso, saiba que te enxergamos, te ouvimos e que você é amado e será sempre bem-vindo no nosso lar", afirma. "Essa pessoa, sem saber, empoderou diversas outras pelo mundo todo. Essa ideia do que significa a visibilidade para ele nos faz lembrar como é importante que a comunidade LGBTQ+ e seus aliados se mantenham visíveis. É muito importante", conclui.

Mais Mês do Orgulho LGBTQ+