PUBLICIDADE

Topo

Parada pela Solidariedade: artistas LGBT fazem live beneficente

De Universa, em São Paulo

03/07/2020 12h43

No próximo domingo, 5 de julho, acontece a Parada pela Solidariedade, uma live de seis horas que vai arrecadar alimentos e kits de higiene para pessoas LGBTs que se encontram em situação de vulnerabilidade durante a pandemia.

A ação foi criada pelos produtores culturais Heitor Werneck e Renato Viterbo.

"Esse trabalho será mais um ato revolucionário da conscientização que a diversidade agrega para construirmos um mundo melhor", afirma Heitor Werneck.

A live terá a participação de 68 artistas LGBTs como Lucas (integrante do grupo Quebrada Queer), Adrina Ribeiro e Anna Gelinkas. Todos os artistas serão remunerados.

A Parada pela Solidariedade é apoiada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, responsável pela parada LGBT de São Paulo, que é considerada a maior do mundo.

Além da live, a Parada pela Solidariedade também recebe doações de empresas e pessoas que ajudam a manter uma rede de apoio para pessoas vulneráveis.

"No início do projeto, pretendíamos atender 100 famílias por três meses, mas, diante da demanda, hoje temos cadastradas cerca de 250 famílias, que mensalmente recebem as cestas básicas, kit de higiene e limpeza, cobertores, roupas e outros itens", afirma Heitor Werneck.

Diversidade