PUBLICIDADE

Topo

Polícia de São Francisco nos EUA usa uniforme com arco-íris para mês LGBTQ+

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Da Universa

06/06/2019 14h06

A polícia de São Francisco, nos Estados Unidos, está se unindo a comunidade para comemorar o Mês do Orgulho LGBTQ+, produzindo uniformes nas cores do arco-íris para agentes e viaturas locais.

Além dos trajes, o brasão da polícia, bordado nas mesmas cores, será vendido ao público por US$ 20, cerca de R$ 80. Todo o valor arrecadado será encaminhado para a ONG Larkin Streeth Youth Services, que cuida de pessoas que assumiram sua orientação sexual e foram expulsas de casa.

"O SFPD se esforça para ser um departamento diversificado e tem funcionários em quase todos os níveis. Queremos incentivar conversas positivas com as comunidades LGBTQ e o Pride Patch simboliza nossa inclusão", diz a legenda da imagem publicada no perfil oficial do Departamento de Polícia de São Francisco no Facebook.

Por que São Francisco é considerada a cidade mais gay do mundo?

São Francisco é conhecida por ser a "capital gay". Harvey Milk foi o primeiro gay assumido a vencer uma eleição nos EUA. Em 1997, se tornou uma espécie de subprefeito na cidade, mas a obviedade tem uma origem inusitada: burocracia militar.

Durante a 2ª Guerra Mundial, todo militar americano suspeito de homossexualidade era encaminhado a São Francisco, onde era avaliado por uma junta que decidia o seu futuro na instituição. Entre 1941 e 1945, quase 10 mil militares gays e lésbicas foram dispensados na cidade. Muitos ficaram na região, formando a base da colônia gay.

Atualmente, a população homossexual da cidade é de 15%, maior do que qualquer metrópole americana.

Mês do Orgulho LGBTQ+