Topo

SPFW

Carol Marra: "Ser mulher não é ter cabelão, boca vermelha e cílios enormes"

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Carolina Martins

Colaboração para Universa

24/04/2019 20h55

Tomando os hormônios, que fazem parte da transição de gênero, Carol Marra falou à Universa, nesta quarta-feira (24), sobre o processo de identificação consigo mesma.

No bate-papo, a atriz afirmou estar sentindo as diferenças no corpo que está sofrendo com a dose hormonal e revelou sentir-se muito melhor de "cara lavada" a toda produzida - algo que ela afirma a sentir muito mais feminina.

"Ser mulher não é ter cabelão, boca vermelho e cílios imensos. Precisa de menos para ser mulher, é mais interno e sobre atitude do que a imagem exterior. É não pecar pelo exagero. Se a Carol estivesse florescendo hoje seria outra Carol. Algumas coisas que fiz eu me arrependo, pois me sinto muito mais bonita expondo minha beleza natural", afirmou.

Em entrevista à Universa, em 2018, Carol abriu o jogo sobre as dificuldades que enfrentou com a transformação.

"Tem coisas da mulher que vieram no pacote e eu não sabia: tenho TPM, sempre fui magra e agora como um pão e já sinto ele crescer na minha barriga. Comecei a acumular gordura, começou a aparecer uma celulite aqui, outra ali, estou com crise de calor, tenho vontade de fazer xixi toda hora, vontade de comer doce desesperada. Não é fácil ser mulher. Meu manequim era 36 e hoje é 40. Então é uma luta diária contra a balança", analisou a atriz na época.

SPFW