Topo

Marina Ruy Barbosa defende fã que sofreu abuso sexual: "a culpa não é sua"

Marina Ruy Barbosa - Roberto Filho/Brazil News
Marina Ruy Barbosa Imagem: Roberto Filho/Brazil News

da Universa, em São Paulo

14/12/2018 09h02

Diante do relato de uma fã de que sofreu abusos do padrasto e do irmão na quinta (13), Marina Ruy Barbosa saiu em defesa dela e de outras mulheres que foram alvo de violências sexuais.

O desabafo foi feito em um post da atriz em que ela pedia à sociedade brasileira e às autoridades que ouvissem as centenas de sobreviventes que acusam o médium João de Deus por estupro.

"Ouçam as mulheres! A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Essas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou".

"Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês. A voz de todas importa sim!", escreveu Marina.

Na seção de comentários, a seguidora da atriz respondeu: "Fui vítima de abuso do meu irmão e padrasto, não contei na época e carrego um fardo que acaba hoje. Porque decidi dar um fim na minha vida. Deus tenha misericórdia de mim."

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Em seguida, Marina mandou uma mensagem a ela: "Ei! Não precisa carregar fardo nenhum. A culpa não é sua!".

Quando outra seguidora, que se identificou como médica, fez um alerta à atriz sobre o tom da postagem da fã, que sugeria que ela havia desistido de viver, a atriz disse ter entrado em contato para oferecer ajuda.

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

A mesma fã que relatou a violência no Instagram de Marina havia enviado uma mensagem de força em seu próprio perfil no dia 30 de novembro: "Seja o amor da sua própria vida". Na data, a atriz comentou oferecendo seu apoio: "Estamos todos com você!".

Mais Violência contra a mulher