PUBLICIDADE

Topo

Moda

Grife queridinha dos tapetes vermelhos ficou de fora do Globo de Ouro

O produtor de cinema Harvey Weinstein com sua esposa, a estilista Georgina Chapman, na festa pós-Oscar 2017 da revista Vanity Fair - Pascal Le Segretain/AFP/Getty Images
O produtor de cinema Harvey Weinstein com sua esposa, a estilista Georgina Chapman, na festa pós-Oscar 2017 da revista Vanity Fair Imagem: Pascal Le Segretain/AFP/Getty Images

Do UOL

08/01/2018 12h07

No primeiro grande evento do cinema desde as denúncias de abusos em Hollywood, a grife Marchesa não vestiu nenhuma famosa. Entre protestos, discursos e looks de “luto”, as estrelas do Globo de Ouro boicotaram a marca por um motivo bem simples: ela é comandada por Georgina Chapman, mulher de Harvey Weinstein – acusado de diversos assédios por atrizes.

Veja também

Em processo de divórcio após 10 anos de união, Georgina foi a público logo após a explosão de denúncias para anunciar a separação e o apoio às vítimas de seu marido. Porém, desde então as vendas da Marchesa despencaram.

Harvey, que é um dos fundadores da grife, teria pressionado muitas das atrizes de suas produções a usarem as criações da esposa nos tapetes vermelhos. Segundo a grife, as peças de Georgina estarão na Semana de Moda de Nova York, mas ninguém sabe se as celebridades estarão na primeira fila, como foi costume nos últimos anos.

Moda