Topo

Moda

Pierre Bergé, parceiro profissional e marido de Saint Laurent, morre aos 86

do UOL, em São Paulo

08/09/2017 09h19

O empresário e mecenas Pierre Bergé, parceiro do estilista Yves Saint Laurent na vida e nos negócios, além de metade de um dos casais mais icônicos do mundo da moda, morreu aos 86 anos em St. Remy-de-Provence, no sul da França, vítima de distrofia muscular. O anúncio foi feito à imprensa por sua fundação.

Bergé e Saint Laurent se conheceram em 1958 e, em 1961, fundaram juntos a maison que até hoje é uma das grandes grifes do mundo. Bergé administrou os negócios da Saint Laurent até 2002. No último ano da vida do estilista, que faleceu em 2008, o casal finalmente se casou em uma cerimônia civil. 

 

L'amour fou, RIP#PierreBerge,#YvesSaintLaurent regram @bengcobb

Uma publicação compartilhada por Carine Roitfeld (@carineroitfeld)

em

Seu primeiro trabalho negociando primeiras edições de livros raros o aproximou da intelectualidade francesa. Ele era amigo pessoal de grandes escritores, cineastas, artistas, nomes como Jean Cocteau, Albert Camus, Jean-Paul Sartre e André Breton. Durante toda a sua vida, o empresário também desempenhou funções de mecenas, chegando a dirigir o teatro de L'Athéné, presidindo a Ópera de Paris e comprando novas obras para o Louvre. 

Além disso, Pierre Bergé ficou conhecido por seu ativismo na defesa dos direitos LGBT e no combate ao HIV. Em 1994, ele fundou a associação "Juntos Contra a AIDS". Seus negócios também se expandiram até o mundo da comunicação. Depois de fundar as publicações Courrier International e Globe, ele se tornou, em 2010, acionista majoritário do principal jornal francês, o "Le Monde".

Mais Moda