PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Protetor labial "vicia" e causa efeito rebote: mito ou verdade?

Protetor labial vicia? Mito ou verdade? - Divulgação
Protetor labial vicia? Mito ou verdade? Imagem: Divulgação

Carol Salles

Colaboração para o UOL, de São Paulo

28/01/2017 04h03

Se seus lábios costumam ressecar, você deve estar acostumada com o ritual de aplicar, várias vezes por dia, um hidratante para essa parte do rosto. Provavelmente carrega um na bolsa, tem outro na gaveta ao lado da cama e mais um no carro. Se perguntassem, diria que esse é o cosmético sem o qual não viveria. Vício? Não. Ao contrário do que dizem, esse tipo de produto não “vicia” e nem causa efeito rebote (quando o resultado de uma ação é o oposto ao pretendido) pelo uso constante.

Segundo a dermatologista Valéria Campos, de São Paulo, o que acontece é que, quanto mais macia e hidratada estiver a nossa pele, mais gostamos e nos acostumamos com a sensação. Por isso, criamos o hábito de reaplicar o hidratante — que é um produto acessível e fácil de carregar —  com bastante frequência. E não precisa se culpar por isso: a própria constituição dos lábios ajuda, já que é uma região de pele delicada e fina, sem glândulas sebáceas (ou seja, sem hidratação natural).

A dermatologista Erica Monteiro, que já trabalhou no desenvolvimento de formulações industriais de alguns desses produtos, garante que a primeira preocupação do fabricante é sempre com a segurança do usuário. Portanto, nenhum hidratante terá ingredientes capazes de causar toxicidade, mesmo se ingeridos, ou o efeito contrário a que se destina, ou seja, deixar os lábios mais ressecados. Então, dá para continuar a usar seu produtinho quantas vezes quiser, sem medo de efeito rebote nem de criar um vício. “O que pode, sim, ser prejudicial é molhar os lábios com saliva quando senti-los secos”, alerta Isabela Poffo, dermatologista do Hospital Israelita Albert Einstein (SP). A saliva contém enzimas que ressecam a pele. Então, num primeiro momento, você pode até achar que o lábio está hidratado, mas logo ele ficará ressecado. Evite!

Na hora de comprar seu protetor, procure por produtos à base de manteigas, como macadâmia, manga, murumuru, karité e cupuaçu. A boa e velha manteiga de cacau em bastão continua a ser uma boa pedida para quem gosta de simplificar. No entanto, protetores labiais com formulação mais complexa podem oferecer, além da hidratação, o cuidado com a saúde dos lábios. É o caso daqueles com filtro solar (use FPS 25 a 30 para o dia a dia e acima de 50 quando for se expor ao sol), vitamina E (é antioxidante e ajuda a atrair água das camadas profundas para a superfície da pele) ou ácido hialurônico (ajuda a prevenir o envelhecimento). Vale lembrar, ainda, que batons podem substituir o hidratante, desde que reúnam ingredientes emolientes e filtro solar.

Beleza