PUBLICIDADE

Topo

Universa

Amolar, limpar e guardar: aprenda a cuidar das ferramentas de jardinagem

Cuide das ferramentas e pratique a jardinagem com mais conforto e eficiência - Getty Images
Cuide das ferramentas e pratique a jardinagem com mais conforto e eficiência Imagem: Getty Images

Simone Sayegh

Do UOL, em São Paulo

30/09/2014 07h04

Além do conhecimento específico sobre cada planta, cuidar de um jardim e mantê-lo bonito também exige o uso de ferramentas apropriadas. Existem algumas indispensáveis para quem quer começar a “mexer” na terra como as pás (estreita e larga), a tesoura de poda, o escardilho ou garfo pequeno, o regador e o borrifador.

E se o tamanho de seu jardim exigir, pode ser necessário adquirir enxada, garfo e pá - todas de cabo longo -, além de um cortador de grama, um carrinho de mão, mangueira e aspersor.

Essas e outras ferramentas ajudam na manutenção de seu jardim, mas, para isso, você deve cuidar muito bem delas. As regras para ter equipamentos sempre funcionais são simples: os utensílios devem ser bem limpos após o uso e armazenados em local seco e ao abrigo do calor intenso. O hábito de eliminar a terra depois de terminado o serviço evita que a água presente no substrato enferruje os metais e/ou transporte doenças a outras plantas.

As ferramentas que apresentam corte devem ser limpas com pano seco e lubrificadas com óleo próprio para máquina de costura ou lubrificante específico. Para que o fio não se perca, amole com o auxílio de uma pedra de amolar ou, no caso de instrumentos mais complexos, como cortadores de grama, procure postos específicos (indicados nos manuais do equipamento ou nos sites das fabricantes) que fazem esse tipo de manutenção. Os utensílios sem corte podem ser apenas lavados com água e secos ao sol para evitar o mofo.

Com relação às mangueiras, procure as mais resistentes, feitas de PVC e poliéster trançado, que fornecem maior durabilidade e maior resistência à pressão. Nunca deixe sua mangueira sob o sol, com o tempo, o material resseca e pode rachar: o ideal é armazená-las à sombra, enroladas em suportes específicos. Por fim, para evitar o entupimento de aspersores é importante utilizar um filtro na saída de água e, em regadores, é recomendado utilizar água sem resíduos sólidos em suspensão.

Ferramentas para jardinagem: como usá-las?

  • Getty Images

    Ancinho de três dentes

    Indicado para pequenas hortas é usado para descompactar, arar e limpar o solo ao redor das plantas.

  • Getty Images

    Aspersor

    É usado para a irrigação de grandes espaços, principalmente em gramados. Há diversos modelos, com irrigadores giratórios, fixos, automáticos ou não e acoplados à ponta da mangueira comum.

  • Getty Images

    Carrinho de mão

    Serve para o transporte a todo tipo de material como terra, compostos orgânicos, mudas, ferramentas e produtos colhidos. Ideal também para retirar as folhas secas no final de uma sessão de limpeza do jardim.

  • Divulgação

    Cavadeira

    Existem diversos tipos, sendo a mais comum a "de boca", que serve para abrir buracos e, simultaneamente, remover a terra e preparar as covas.

  • Getty Images

    Cortador de grama

    Os cortadores podem ser manuais, elétricos ou à gasolina. Os manuais exigem mais esforço e são indicados para áreas não muito extensas. Os que usam gasolina são movidos por motor à combustão e sua vantagem é o amplo acesso a grandes espaços, mas fazem barulho e poluem. Os modelos elétricos são mais silenciosos, não poluem, mas têm mobilidade restrita, já que o alcance é limitado pelo fio.

  • Divulgação

    Escardilho

    Indicado para preparar a terra para o plantio é utilizado na jardinagem de canteiros ou vasos de flores para mexer e afofar a terra e misturá-la aos adubos e fertilizantes.

  • Getty Images

    Enxada

    É usada para capinar, revolver a terra, incorporar adubos e acertar bordas e coberturas dos canteiros. Ideal para os trabalhos que exigem mais força, como romper superfícies e retirar ervas daninhas pela raiz.

  • Getty Images

    Firmino

    Também conhecido como despraguejador, elimina as ervas daninhas cortando-as, literalmente, pela raíz.

  • Getty Images

    Garfo ou forquilha

    Ideal para cuidar de pequenos espaços de terras a serem utilizados para plantios de flores e folhagens delicadas, pois afofa a terra dura e retira sujeiras e raízes de ervas daninhas. Também divide plantas que cresceram excessivamente e ajuda a colher os vegetais em raiz.

  • Getty Images

    Luvas

    As luvas são essenciais para proteger as mãos de possíveis ferimentos ocasionados pelas ferramentas, por espinhos ou pedras do jardim. Mantenha-as em bom estado e limpas e opte pelas de material resistente e que ofereçam firmeza na pegada.

  • Getty Images

    Mangueira

    É o equipamento apropriado para irrigar áreas mais extensas, mas atente-se: o jato de água deve ser suave e bem distribuído, pois os muito fortes podem machucar as plantas. Existem mangueiras perfuradas colocadas diretamente no chão que permitem uma rega suave da terra.

  • Getty Images

    É a colher do jardineiro. Faz transplante de torrão sem que se perca o substrato em redor, ajuda a montar vasos e a manipular produtos, como adubos. Muito utilizada também para fazer as covas para a semeadura.

  • Getty Images

    Pedra de amolar

    Instrumento básico de manutenção é um bloco fabricado com material abrasivo ou retirado da natureza, que serve para manter afiadas as ferramentas de corte.

  • Getty Images

    Pulverizador

    Seja o modelo de mão ou costal é utilizado para aplicar defensivos e adubação foliar sobre os vegetais. O utensílio serve para atingir especificamente as folhas ou zonas restritas da plantação.

  • Divulgação

    Rastelo

    Faz a limpeza de folhas, a retirada de torrões e pedras e dá acabamento ao plantio.

  • Getty Images

    Regador

    Regadores são muito versáteis, pois além de molharem plantas e terra com sementes são ótimas ferramentas para aplicação de fertilizantes. Existem vários tipos de bicos e crivos, indicados para irrigação correta de cada tipo de solo. Mas se tiver que optar por um, aposte nos regadores com ponta em peneira e bico comprido, que não machucam as plantas, pois derramam suavemente a água.

  • Getty Images

    Sacho

    Como possui duas extremidades é uma ferramenta versátil: serve para capinar, abrir valos e outros usos semelhantes aos da enxada.

  • Divulgação

    Tesoura para poda

    Muito utilizada para a poda de limpeza em pequenas árvores, arbustos ou flores e, em especial, para as podas periódicas das roseiras, que demandam cortes precisos.

  • Getty Images

    Vanga ou pá reta

    A pá reta (terceira ilustração) faz covas e acerta a forma de canteiros, mas precisa ser mantida sempre afiada. A ferramenta é utilizada para semear, transplantar exemplares ou adubar e pode ser larga ou estreita. A estreita é ideal para espaços menores e mais adequada para fazer covas profundas.

  • Getty Images

    Vassoura de jardim ou ancinho

    É utilizada para a limpeza de jardins e deve ser resistente para retirar, inclusive, os rastros de terra e folhas secas. Esta é uma ferramenta essencial em jardins com árvores próximas e após o corte da grama. Uma dica: o utensílio precisa ser de fácil lavagem.

Universa