PUBLICIDADE

Topo

Moda

Wilson Ranieri desfila moulage muito chique e feminino em estréia no SPFW

Wilson Ranieri estréia no SPFW com complexos exercícios de moulage - Alexandre Schneider/UOL
Wilson Ranieri estréia no SPFW com complexos exercícios de moulage
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Editora de UOL Estilo

28/01/2007 16h38

Montada no MAM (a "quarta" sala de desfiles do evento), a passarela era clean, branca, minimalista. E não poderia ser diferente; já havia muito o que olhar em cada vestido desenhado por Wilson Ranieri para a sua estréia no São Paulo Fashion Week, neste domingo (28).



A partir da técnica do moulage (quando a roupa é feita no corpo do manequim), marca registrada do estilista, Ranieri criou suas formas, decotes, discretos volumes, em peças que prendiam a atenção da platéia, entre curiosa e impressionada com os caminhos da construção daquelas mangas, golas e detalhes. Uma hora as mangas comprida do belo vestido chemise preto se encontravam nas costas. Em outro momento, o vestido cinza plissado, sequinho, mostrava uma espécie de capuz para dentro, formando um volume levemente bufante na altura do pescoço.



Sem tema definido, Ranieri deu ênfase aos vestidos levemente acima do joelho, próximos ao corpo, com uma sensualidade latente e ao mesmo tempo muito, muito elegante. A estampa apareceu num veludo devorê em preto e vermelho num quase esboço de xadrez, que parece tomar corpo para aparecer bem marcante no final do desfile, nas peças em veludo, também em preto e vermelho.



Além da marcante combinação de preto e vermelho, o camelo e preto, os cinza claro e o tom perolado compõem a cartela de cores da coleção, que ganha ares misteriosos na passarela com chapéus que escondiam parte do gosto, boca em tom de vinho, remetendo a uma atmosfera dos anos 40.

Moda