PUBLICIDADE

Topo

Sede da Nasa em Washington receberá nome de engenheira negra

10.jan.2016 - Mary Jackson, matemática da Nasa - Nasa
10.jan.2016 - Mary Jackson, matemática da Nasa Imagem: Nasa

25/06/2020 09h27

A Nasa vai mudar o nome de sua sede em Washington, que passará a prestar homenagem à primeira engenheira afro-americana, Mary Jackson, anunciou ontem o administrador da agência espacial dos Estados Unidos.

"Mary W. Jackson fez parte de um grupo de mulheres muito importantes, que ajudaram a Nasa a enviar com sucesso astronautas americanos ao espaço", disse Jim Bridenstine em um comunicado.

Jackson iniciou a carreira em 1951 no organismo que antecedeu a agência espacial americana e em 1958 se tornou a primeira engenheira aeronáutica negra da Nasa. Autora de vários estudos, sobretudo acerca de voos supersônicos, ela faleceu em 2005.

Bridenstine se comprometeu a seguir destacando os esforços das mulheres afro-americanas e todas as pessoas "que permitiram à Nasa escrever uma história de explorações exitosas".

Diante das pressões das ruas e das redes sociais, em um contexto de manifestações históricas, empresas e instituições têm feito uma reflexão sobre o local concedido à população negra na sociedade e sobre o racismo que a discrimina e que perpetua a desigualdade.

No ano passado, a Nasa mudou o nome da rua que leva à sua sede, que passou a se chamar "Hidden Figures Way" (Caminho das figuras ocultas) em homenagem a três matemáticas negras (Mary Jackson, Katherine Johnson, Dorothy Vaughan) cujo trabalho, contado no filme "Estrelas além do tempo", foi chave na conquista espacial americana.

Direitos da mulher