Topo

Veículo pioneiro: Nasa enviará helicóptero para o planeta Marte em 2020

Helicóptero da Nasa será enviado com a missão que explorará Marte e buscará vida fora da Terra - Reprodução/YouTube Nasa Jet Propulsion Laboratory
Helicóptero da Nasa será enviado com a missão que explorará Marte e buscará vida fora da Terra Imagem: Reprodução/YouTube Nasa Jet Propulsion Laboratory

Luiza Ferraz

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/03/2019 10h27

Resumo da notícia

  • Helicóptero do projeto Mars2020 da Nasa será enviado para explorar o planeta
  • Rover será equipado com inteligência artificial
  • Se der certo, será a primeira vez que um aparelho da Terra voará sobre outro planeta

O projeto Mars 2020, da Nasa, acaba de ganhar uma nova aquisição: um helicóptero, que será enviado com a missão que explorará o 'planeta vermelho' e buscará vida fora da Terra.

Além do robô Mars 2020 equipado com inteligência artificial, anunciado há alguns anos, agora a agência especial norte-americana anunciou a inclusão do automóvel sob hélices na missão.

Caso o experimento se concretize, essa será a primeira vez que um aparelho construído por humanos voará em outro planeta --as demais sondas caíram ao adentrarem a atmosfera ou pousaram imediatamente.

Como a iniciativa é apenas demonstrativa, mesmo que não funcione, o projeto principal continuará em pauta. A princípio, a programação é de que haja apenas cinco voos com duração de 90 segundos cada um.

"O envio deste helicóptero especial vai representar uma versão planetária da conquista dos irmãos Wright [pioneiros na aviação], começando uma nova era, sendo um momento histórico e marcante", afirmou Susan Gorton, cientista da agência espacial, segundo o portal "Geek".

Sobrevoar em Marte, contudo, exige uma grande personalização, já que sua atmosfera é muito fina. Desta maneira, o protótipo contará com o tamanho de uma bola de 'softball' e pesará menos de dois quilos. Suas hélices estão projetadas para girar 10 vezes mais rápido do que os modelos convencionais.

Com o veículo, ainda será enviada uma câmera de vídeo de qualidade equivalente à dos smartphones para capturar imagens da superfície, que serão transmitidas diretamente à Terra.

Sua viagem será de 30 dias e, caso seja bem-sucedida, abre portas para novas missões no espaço envolvendo tecnologias cada vez mais avançadas.

Mais Ciência