IA em tudo, de carrinho de bebê a sono: o que esperar da CES 2024

A evolução de sistemas com IA (inteligência artificial) deve ser o grande atrativo das inovações exibidas na CES (Consumer Electronics Show) 2024, grande evento de tecnologia que acontece anualmente em Las Vegas (EUA). A feira começa amanhã (9) e vai até sexta-feira (12).

Mais de 3.500 expositores e 130 mil participantes são esperados, além de empresas como Amazon, Google, Intel, LG, Samsung, Sony e TCL. Tilt estará presencialmente acompanhando tudo de perto. Confira a seguir o que esperar da CES 2024.

Spoiler do que virá

Na noite deste domingo (7), os organizadores do evento realizaram o CES Unveiled (revelada, em tradução direta), em que algumas startups anteciparam e demonstraram tecnologias que serão exibidas ao público ao longo da semana.

Duas que chamaram a atenção da reportagem envolvem o uso de inteligência artificial para coisas bem distintas:

"Copiloto" para carrinho de bebê

Imagem
Imagem: Bruna Souza Cruz/UOL

O foco é no bem-estar e na segurança de crianças, segundo a empresa Gluxkind, do Canadá.

Imagine que você está subindo uma rua empurrando o carrinho com sua filha, em determinado momento, ele começa a descer por acidente. A tecnologia produzida tem sensores que impedem que o carrinho se desloque sem que esteja sendo empurrado ou puxado por alguém a partir de seu sistema de frenagem inteligente. Ele se adapta à velocidade de caminhada e reconhece quando as mãos estão colocadas sobre ele.

O aparelho tem ainda um sistema de motores que facilita seu deslocamento sem que a pessoa precise fazer força, explicou Jeffrey To, representante da empresa.

Continua após a publicidade

Além disso, o produto tem uma função que o faz se movimentar para frente e para trás, de modo a simular o balançar para acalmar a criança e/ou fazê-la dormir. O preço é US$ 2.400 para comercialização nos Estados Unidos e Canadá.

A tecnologia recebeu menção da CES 2024 como uma das mais inovadoras presentes neste ano.

"Adesivo" para melhorar o sono

Imagem
Imagem: Bruna Souza Cruz/UOL

A empresa myWaves apresentou uma tecnologia personalizada com IA que promete melhorar a qualidade do sono. O sensor, que deve ser usado na testa por uma noite (como um adeviso), coleta a atividade cerebral pelo período.

A partir disso, os dados são lidos por um sistema com inteligência artificial para criar sons personalizados com base nas ondas cerebrais, explicou JF Destexhe, CEO da companhia.

Continua após a publicidade

A pessoa deve então ouvir os estímulos sensoriais gerados por 30 minutos todos os dias. Segundo os expositores, a melhora no sono é significativa a partir do efeito relaxante dos sons. O aparelho foi criado por pesquisadores do Instituto de Neurociências da Universidade Paris-Saclay.

O produto ainda não está em comercialização. A expectativa é de que ele seja lançado por um valor entre US$ 500 e US$ 600 ainda este ano.

IA continuará estará em alta

Nos últimos anos, a CES destacou inúmeros dispositivos inteligentes com foco em monitorar dados de saúde e melhorar o bem-estar, além de assistentes de voz ganhando espaço em smartphones, TVs, alto-falantes, geladeiras etc. Tudo isso graças à evolução da inteligência artificial.

Para 2024, a previsão é de que a IA estará ainda mais presente em nossas vidas em tecnologias que já existem e será cada vez mais "inteligente", visando funcionar como extensões dos humanos para diferentes atividades, seja dentro de casa (com eletrodomésticos) ou fora dela (veículos autônomos —que dirigem sozinhos).

As empresas também devem aproveitar o fato de que os avanços dentro da inteligência artificial não saíram do noticiário em 2023. Logo é uma chance de se fazer relevante no setor, uma vez que o tema está mais em alta do que nunca.

Continua após a publicidade

Inovações com IA envolvendo casa inteligente (geladeira, aspirador e outros), TVs, notebooks, celulares, dispositivos com foco em beleza e bem-estar também devem aparecer como destaques da CES 2024. (Com informações da AFP)

*A jornalista viajou a convite da LG.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes