PUBLICIDADE
Topo

Cientista de Harvard sugere que o Universo foi criado em laboratório

Avi Loeb acredita que o universo foi criado em laboratório por uma civilização avançada - Reprodução/Universidade de Harvard
Avi Loeb acredita que o universo foi criado em laboratório por uma civilização avançada Imagem: Reprodução/Universidade de Harvard

Colaboração para o UOL

19/10/2021 13h25Atualizada em 19/10/2021 13h25

Um cientista de Harvard publicou uma teoria inusitada sobre como o Universo foi formado. Segundo sua tese, ele teria sido criado em um laboratório por uma "classe superior" de forma de vida.

Avi Loeb, autor de best-sellers e ex-presidente do Departamento de Astronomia de Harvard, escreveu um artigo na Scientific American esta semana postulando que o Universo poderia ter sido formado em um laboratório por uma "civilização tecnologicamente avançada".

Ele disse que, se confirmada, a história da origem do Universo unificaria a ideia religiosa de um criador com a ideia secular da gravidade quântica.

"Como nosso Universo tem uma geometria plana com energia líquida zero, uma civilização avançada poderia ter desenvolvido uma tecnologia que criou um universo bebê do nada por meio de um túnel quântico", escreveu Loeb.

Uma das ideias postas pelo cientista diz respeito ao sistema de classificação de civilização. Loeb explicou que, como uma civilização tecnológica de baixo nível, os humanos pertenceriam à classe C, que, em outras palavras, representa uma civilização dependente de sua estrela hospedeira, o Sol.

"Se e quando nossa tecnologia progredir a ponto de nos tornarmos independentes do Sol, estaremos na classe B", acredita. "Se pudermos criar nossos próprios universos bebês em um laboratório (como nossos criadores teóricos), estaremos na classe A."