PUBLICIDADE
Topo

Destruída por Deus? Pesquisadores apontam que meteoro caiu em Sodoma

O geólogo Sid Mitra estuda uma amostra de fuligem coletada em Tal el-Hamman - Reprodução/East Carolina University
O geólogo Sid Mitra estuda uma amostra de fuligem coletada em Tal el-Hamman Imagem: Reprodução/East Carolina University

Colaboração para o UOL, em Santos

19/10/2021 12h02

Pesquisadores da East Carolina University, nos EUA, descobriram uma possível localização da mítica cidade de Sodoma e acreditam que ela tenha sido destruída pela queda de um asteroide.

De acordo com a Bíblia, no livro do Gênesis, a cidade de Sodoma foi destruída por Deus por causa da maldade de seu povo. Embora existam vários locais históricos que poderiam ter sido Sodoma, a história era considerada como uma narrativa mítica.

Eles focaram sua atenção em uma cidade da Idade do Bronze chamada Tall el-Hammam, que fica no vale do Jordão. Em 2005, os arqueólogos descobriram uma camada de 1,5 m de espessura de destroços, composta por materiais que foram submetidos a um intenso calor.

"Eles encontraram essas evidências de queima por altas temperaturas em todo o local", afirmou em um comunicado o geólogo Sid Mitra, que liderou a equipe de pesquisadores. "E não existia tecnologia naquela época, na Idade Média do Bronze, para que as pessoas pudessem gerar calor com esses altos valores de temperatura."

Por isso, os arqueólogos sugeriram a hipótese de que a cidade foi destruída pela queda de um meteoro, como o evento ocorrido em Tunguska em 1908, que destruiu florestas nessa faixa da Rússia, com a energia de 10 bombas nucleares do tamanho de Hiroshima.

As evidências estudadas pelos pesquisadores incluem carbono semelhante ao diamante, cerâmica derretida e outros materiais afetados por altas temperaturas e também um choque de pressão - que teria sido causado pela explosão de um meteoro.