PUBLICIDADE
Topo

É pegadinha: mensagem falsa diz que é possível ignorar política do WhatsApp

Getty Images
Imagem: Getty Images

Marcella Duarte

De Tilt, em São Paulo

03/02/2021 13h16

As mudanças nos termos de uso e política de privacidade recentemente anunciadas pelo WhatsApp irritaram muita gente. E também chamaram a atenção de cibercriminosos, que já estão espalhando golpes no aplicativo.

A Eset, empresa de segurança da informação, alerta sobre um novo hoax —boato espalhado pela web para aproveitar o interesse no assunto— provavelmente inofensivo, mas bastante desagradável.

Circula uma mensagem que garante ser possível "não autorizar" o WhatsApp e as empresas parceiras, como Facebook e Instagram, a acessar suas informações pessoais, como fotos, mensagens e arquivos. Para isso, seria preciso encaminhar a corrente para pelo menos dez grupos. Assim, você poderia continuar usando o app sem as alterações.

Mensagem falsa que promete ignorar nova política do WhatsApp - Reprodução - Reprodução
Mensagem falsa que promete ignorar nova política do WhatsApp
Imagem: Reprodução

O hoax diz que, assim que você compartilhar a mensagem o suficiente, irá aparecer um símbolo de "check" no aplicativo, indicando que o celular está "protegido" contra as novas regras.

Se você já foi vítima, não se preocupe: é apenas uma brincadeira de mau gosto no estilo fake news. "Esse tipo de hoax tem finalidades diferentes. Funciona, principalmente, como spam e costuma ser distribuído como meio de entretenimento para seus criadores", diz Camilo Gutiérrez Amaya, chefe do Laboratório de Pesquisa da Eset na América Latina.

"Encaminhar esse tipo de mensagem é uma ação inútil e não impedirá a aplicação das políticas do WhatsApp assim que elas entrarem em vigor. Mensagens em cadeia perdem tempo e espalham conselhos falsos ou mesmo perigosos para desavisados. Vimos algo semelhante em relação à covid-19 no início da pandemia, com fake news que circulavam em torno do tema", acrescenta.

Quadro informativo do WhatsApp explica principais pontos de mudança de termos do app - Reprodução - Reprodução
Quadro informativo do WhatsApp explica principais pontos de mudança de termos do app
Imagem: Reprodução

O WhatsApp diz que a mensagem é completamente falsa, já que nem mesmo a empresa tem acesso aos chats no app. "As conversas pessoais no WhatsApp são protegidas com criptografia de ponta a ponta, o que significa que são privadas, e que o WhatsApp não pode ler, ouvir ou ver os conteúdos compartilhados", declarou um porta-voz a Tilt.

Os novos termos de uso e política de privacidade começam a valer a partir de 15 de maio. Uma das mudanças é a obrigação da liberação do compartilhamento de dados e conversas entre contas do WhatsApp Business e servidores do Facebook. Quem não concordar com isso não poderá mais usar o app de mensagens.

O aplicativo lançou uma página, em português, com perguntas e respostas de esclarecimento às atualizações.