PUBLICIDADE
Topo

Com câmera tripla giratória, Zenfone 7 chega ao Brasil por R$ 5,4 mil

Divulgação
Imagem: Divulgação

Guilherme Tagiaroli

De Tilt, em São Paulo

10/12/2020 19h57

Em agosto, a Asus anunciou em evento mundial o smartphone Zenfone 7. Nesta quinta-feira (10), a companhia taiwanesa oficializou a chegada do aparelho ao Brasil, que tem como grande destaque a câmera flip e boas especificações de hardware.

Apesar do aparelho contar com duas versões no exterior, só está disponível no Brasil a convencional, com preço sugerido de R$ 5.399 à vista em varejistas como Amazon, Submarino e Kabum, entre outros. A marca não deu detalhes sobre se a variante Pro será vendida por aqui.

Segundo o brasileiro Marcel Campos, diretor global de marketing da Asus, o smartphone da marca tem um público bem específico: "Quem ama a tecnologia e criadores de conteúdo".

Chama a atenção que o Zenfone 7 chegou ao Brasil com uma diferença de preço bem grande comparado com seu antecessor, o que deve ter relação direta com a cotação do dólar. O modelo Zenfone 6, lançado em 2019, tinha preço a partir de R$ 2.700 —portanto, a metade do valor do novo aparelho.

Conjunto de câmeras da traseira é quem manda

Um dos grandes destaques do Zenfone 7 é o sistema giratório de câmeras. A vantagem disso é que não há um "buraco na tela" para a câmera selfie. Para autorretratos, um mecanismo flip vira para frente os três sensores traseiros. Sendo assim, dá para usar o conjunto principal de câmeras para captar selfies ou fotos "normais".

Zenfone 7 no modo selfie - Divulgação - Divulgação
No modo selfie, o Zenfone 7 fica assim
Imagem: Divulgação

O sensor principal é de 65 MP com abertura f/1.8, e os outros dois sensores são de 12 MP (ultra grande angular) f/2.2; e 8 MP (teleobjetiva com zoom óptico de 3x) com abertura f/2.4. De forma simplificada, quanto menor a abertura de um sensor, melhor a sua qualidade na captação de luz. Então, por exemplo, o sensor principal do Zenfone 7 deve ser o mais apropriado para captar imagens noturnas, quando há pouca luz.

Para quem produz conteúdo, as câmeras contam com bons atrativos. Com ele é possível gravar na alta resolução 8K e usar um modo avançado para configurar ajustes de branco e ISO (nível de granulação), entre outros elementos.

O smartphone tem também um sistema triplo de microfones com a opção wind filter (filtro de vento). Como o nome em inglês sugere, ele ajuda na captação de imagens feitas em ambientes com muita ventania.

Comparado com o Zenfone 6, lançado em 2019, o Zenfone 7 conta com uma tela um pouco maior, de 6,67 polegadas (16,9 centímetros de um canto ao outro na diagonal) de resolução Full HD (1.080 x 2.400 pixels), com taxa de atualização de 90 Hz — recurso que torna a visualização de itens e animações mais vívidas.

Na bateria, o Zenfone 7 tem uma capacidade de 5.000 mAh, o que, segundo a marca, garante quase dois dias de uso ininterrupto. O carregador do aparelho vem na caixa —diferentemente da nova tendência entre fabricantes, como a Apple e talvez a Samsung — e ele tem uma potência de 30W. Na prática, a empresa fala que pode carregar até 60% em 35 minutos.

Por dentro, o Zenfone 7 vem equipado com o processador Snapdragon 865 octa-core de 2,84 GHz, um dos mais avançados disponíveis no mercado e o suficiente para jogar os principais games do momento.

Para completar as especificações, a memória RAM é de 6 GB e o armazenamento de 128 GB (expansível com cartão microSD).

Ficha técnica: Zenfone 7

  • Sistema: Android 10 com ZenUI 7
  • Tela: 6,67 polegadas FullHD Amoled com taxa de atualização de 90 Hz
  • Câmera: 65 MP (principal) + 12 MP (ultrawide) + 8 MP (teleobjetiva)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 865 octa-core
  • Armazenamento: 128 GB
  • Memória RAM: 6 GB
  • Câmera: 65 MP (principal) + 12 MP (ultrawide) + 8 MP (teleobjetiva)
  • Bateria: 5.000 mAh com carregador de 30 W
  • Conexões: USB-C, Wi-Fi 6, 5G, Bluetooth 5.1, GPS e NFC
  • Dimensões e peso: 165,08 mm x 77,28 mm x 9,6 mm (Altura x Largura x Profundidade); 230 gramas
  • Preço: R$ 5.399