PUBLICIDADE
Topo

Ministério da Justiça notifica Zoom por compartilhar dados com o Facebook

Interface do aplicativo Zoom - Reprodução
Interface do aplicativo Zoom Imagem: Reprodução

De Tilt, em São Paulo

07/04/2020 19h46

O Ministério da Justiça e Segurança Pública notificou, hoje, o aplicativo Zoom para esclarecer dúvidas sobre compartilhamento de dados de usuários com o Facebook. A política de privacidade da empresa foi questionada, principalmente a respeito da existência ou não de consentimento dos usuários em relação ao compartilhamento de dados.

A notificação foi enviada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

Segundo a pasta, a investigação busca entender se o Zoom notifica o Facebook quando o usuário abre o aplicativo; assim, a rede social poderia direcionar anúncios para os usuários.

Ontem, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou ter bloqueado o uso da ferramenta de videoconferência em computadores da autarquia por supostas falhas de segurança na plataforma. O órgão identificou, por meio de sites especializados no assunto, vulnerabilidades na plataforma da Zoom que "permitem o acesso não autorizado à câmera e microfone do usuário, viabilizando o roubo de credenciais e de informações trocadas."

Uma série de questionamentos foi enviada pelo Ministério à empresa. Se o Zoom não responder em até 10 dias, ou se houver mais indícios de violação de direitos dos consumidores, o órgão pode abrir um processo administrativo — que pode terminar em multa.

A plataforma viu um salto para mais de 200 milhões de usuários diários em março, ante um recorde anterior de 10 milhões em dezembro, em meio a adoção de trabalho remoto e aulas online durante a pandemia de coronavírus.