PUBLICIDADE
Topo

Nasa fecha um de seus centros após funcionário contrair coronavírus

De Tilt, em São Paulo

09/03/2020 09h54Atualizada em 09/03/2020 13h42

A Nasa mandou os funcionários de um de seus escritórios para casa, após um deles testar positivo para o coronavírus, que causa a doença covid-19. A Ames Research Center, uma das agências da entidade, enviou memorando a todos os seus trabalhadores, orientando para que eles trabalhem remotamente.

De acordo com o jornal The Independent, o escritório da Nasa situado em Mountain View, na Califórnia —um dos mais importantes em tecnologia e projetos espaciais da agência— enviou mensagem ao seu quadro de empregados, avisando para que eles entrassem em "estado de trabalho remoto obrigatório, com efeito imediato, até segunda ordem".

Segundo a Nasa, a confirmação de que um de seus funcionários contraiu o coronavírus foi dada no domingo (8). "Acreditamos que a exposição ao centro tenha sido limitada, mas, por precaução e em consulta com a direção da Nasa, o Ames Research Center vai ficar em regime de trabalho remoto obrigatório até segunda ordem", comunicou a agência.

Coronavírus nos EUA

O número de casos confirmados de covid-19 nos Estados Unidos superou ontem os 550, em um momento em que o presidente Donald Trump defendeu a "perfeitamente coordenada" resposta de seu governo à emergência sanitária, que obrigou o cancelamento do torneio de tênis de Indian Wells no domingo.

O coronavírus chegou a 30 dos 50 estados americanos e matou pelo menos 21 pessoas, enquanto a capital americana anunciou o primeiro caso no sábado.

Uma contagem do Johns Hopkins elevou a 554 o número de casos após confirmações do diagnóstico na Pensilvânia, em Illinois, Massachusetts, Connecticut e Nova Jersey.

Coronavírus liga alerta pelo mundo