Pergunta pro Jokura

Pergunta pro Jokura

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Tem um tempinho sobrando? Por que os segundos do relógio têm esse nome?

Por que os segundos do relógio têm esse nome? - Pergunta de Malu e Daniel Jokura, de São Paulo (SP) - quer enviar uma pergunta também? Clique aqui.

Caros paulistaninhos de mi vida, respondo num segundo.

Trata-se de uma história dividida em algumas partes, literalmente.

Tudo começou com os babilônios, que por volta de 5 mil anos atrás começaram a dividir o círculo em partes iguais.

Os caras baseavam a matemática deles no número 60 e em seus múltiplos ou divisores. A partir dessa fixação (ou sistema) sexagesimal, os babilônios propuseram que toda e qualquer circunferência fosse definida como um conjunto de 360 fatias —tipo as de pizza mesmo.

E essa divisão no espaço também se deu em relação ao tempo, já que os babilônios foram dos primeiros povos a fazer relógios de sol, com a sombra "circulando" para demarcar a passagem do tempo em uma superfície plana.

A partir daí, não somente os babilônios, mas outras civilizações, passaram a contar e dividir o período do dia, seja em 10, 12 ou 24 partes, a depender de fatores culturais.

Uma dessas divisões que se consagrou foi a de 24 pedaços, que hoje chamamos de horas.

As subdivisões da hora, por sua vez, vieram milênios depois, por obra de alguns polímatas (indivíduos versados em múltiplas áreas do conhecimento) persas e gregos.

Continua após a publicidade

A exemplo dos babilônios, os caras fatiaram as horas em 60 pedaços, que foram chamados, em latim, de pars minuta prima —algo como "primeiras partes pequenas", em tradução livre. Ou seja, a palavra "minuto" significa pequeno, fazendo alusão a frações, pedacinhos, de uma hora.

Não contentes, dividiram os pequeninos minutos em outras 60 partes iguais, chamadas de pars minuta secunda, ou "partes pequenas seguintes".

Na linguagem popular, o que atravessou o tempo e se perpetuou da expressão foi a palavra secunda, ou seja, a próxima divisão, a partilha das "primeiras partes diminutas".

E é por esse telefone sem fio que chamamos de "segundos" as 60 partes iguais que compõem o minuto. Por causa da segunda divisão da hora...

Desde 1967, os segundos passaram a ser definidos de maneira mais precisa do que a sexagésima parte de um minuto —ou a 3600ª parte de uma hora ou ainda a 86.400ª parte de um dia.

Atualmente, o segundo equivale ao tempo que leva para um átomo de césio 133 vibrar 9.192.631.770 de vezes —sim, mais de 9 bilhões de batidas por segundo.

Continua após a publicidade

Tamanha precisão é adotada pelo Sistema Internacional de Unidades (SI) porque nunca varia, ao contrário do tempo que a Terra leva para girar em torno de si mesma, que muda ao longo de períodos extensos de tempo.

Para exemplificar, a duração de um dia à época dos dinossauros era cerca de uma hora mais curta do que hoje, o que resultaria em horas, minutos e segundos mais curtos do que os atuais.

Como diria o poeta, caros paulistaninhos, "o tempo não para".

Tem alguma pergunta? Deixe nos comentários ou mande para nós pelo WhatsApp.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes