PUBLICIDADE

Topo

Dos criadores de "Payday", "GTFO" é novo FPS cooperativo de terror

GTFO está em acesso antecipado no Steam - Divulgação
GTFO está em acesso antecipado no Steam Imagem: Divulgação

Makson Lima

Colaboração para o START

09/12/2019 17h00

Durante a The Game Awards de 2017, algo bastante estranho e assustador pegou todo mundo de surpresa. Foi quando "GTFO" deu as caras pela primeira vez, se apresentando como um jogo cooperativo para até quatro jogadores.

O objetivo no jogo é adentrar um complexo subterrâneo, coletar seja lá o que uma figura chamada "Warden" mandar e cair fora de lá em um só pedaço. Acontece que, evidentemente, o lugar está infestado de monstruosidades e o trabalho em equipe é de primeira importância.

Trabalhem juntos ou morram juntos

"GTFO" entra em acesso antecipado nesta segunda-feira (9) no Steam e a página do jogo dá seus motivos para tal: "Queremos lançar o GTFO, ver como a comunidade vai recebê-lo e continuar a desenvolvê-lo a partir daí."

É a máxima de jogos inteiramente dedicados ao multiplayer dos dias de hoje, ainda mais quando estamos falando de uma produtora independente e de seu título de estreia. Há a real necessidade da fase de testes, onde o jogo é disponibilizado por um custo menor do que o produto finalizado, a fim de criar uma comunidade de jogadores dedicados, disposta a ajudar. E esse acesso antecipado deve durar cerca de 1 ano.

A munição é limitada e a comunicação é importante - Divulgação
A munição é limitada e a comunicação é importante
Imagem: Divulgação

A 10 Chambers Collective é uma produtora sueca fundada em 2015 pelo game designer Ulf Andersson, um dos criadores de "Payday".

Nas palavras de Ulf: ""Estamos desenvolvendo o jogo há quase quatro anos e finalmente queremos colocá-lo nas mãos da nossa comunidade. A fase de acesso antecipado testará o conceito 'Rundown', que contará com diferentes tipos de expedições e desafios, duração de tempo diferente em cada fase do jogo, com que frequência lançaremos novos mapas e assim por diante. Será um momento emocionante para os jogadores hardcore, que terão a chance de experimentar um conteúdo que poderá não existir novamente."

O Complexo

O macabro perfil no twitter de The Warden oferece dados sobre O Complexo onde "GTFO" toma forma e os prisioneiros que por lá se aventuram. São galerias claustrofóbicas, escuras, colocando a prova toda e qualquer capacidade dos jogadores. E quando mais fundo se adentra, mais perigoso fica.

É fácil bater o olho em "GTFO" e pensar em "Left 4 Dead", o quintessencial FPS cooperativo da Valve, com suas hordas de mortos-vivos acelerados e famintos. Só que, ao olhar mais de perto, é possível enxergar um jogo cuja ambientação é tão importante quanto o trabalho em equipe.

A ambientação de terror é dos pontos fortes do jogo - Divulgação
A ambientação de terror é dos pontos fortes do jogo
Imagem: Divulgação

Os corredores escuros, esfumaçados, a áurea "Alien" de ser, conferem ao jogo uma cara de terror. Além, claro, do equipamento futurista e das criaturas que habitam o lugar. Os monstros em "GTFO" são verdadeiramente horrorosos, alguns com comportamento individual, outros em horda, mas todos nojentos.

Uma informação para se guardar na mente quanto ao nível de dificuldade encontrado em "GTFO": durante o teste alfa, um total de 303.954 prisioneiros foram enviados ao Complexo e apenas 3.786 deles voltaram.

Para ajudar, o game já possui um grupo do discord com mais de 80 mil pessoas, até porque o jogo não tem chat interno nessa etapa do desenvolvimento. Então, ali é a melhor forma de os jogadores se comunicarem.

Rundown

A coluna vertebral de "GTFO" é um modo de jogo chamado Rundown, oferecendo desafios diferenciados e uma experiência de jogo com dificuldade alta e elementos de horror de sobrevivência, como a escassez de itens. São camadas distintas e variando em quantidade, mas crescente quanto a seus obstáculos. Quanto mais fundo no Complexo, mais perigosa se torna a expedição.

O diferencial fica a cargo de uma contagem regressiva: quando chega a zero, Rundown se reinventa, com novas camadas e diferentes objetivos dentro do Complexo. Alguns podem durar semanas, outros, meses.

"Dead Space" vem a mente numa hora como essa - Divulgação
"Dead Space" vem a mente numa hora como essa
Imagem: Divulgação

Simon Viklund, um dos desenvolvedores do jogo, explica melhor: "Quando você inicia o GTFO, é apresentado ao 'Rundown', junto com as ordens de serviço que recebe do Warden. Cada ordem de serviço representa uma expedição até o Complexo, que varia de acordo com o tipo de ambiente, a população de monstros e o tipo de objetivo que você tem. A única constante no GTFO, entretanto, é que a sobrevivência depende da cooperação entre os membros da equipe. Trabalhem juntos ou morram juntos".

Com jogos como "GTFO", "Hunt: Showdown", "Predator: Hunting Grounds" e o recém-anunciado "The Outlast Trials", o terror cooperativo se prova mais popular do que nunca, com ideias novas (e macabras) sendo apresentadas constantemente.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol