PUBLICIDADE

Topo

De Mônica a Chapolin: como foram feitos os jogos do Master System no Brasil

Arte/UOL Jogos
Imagem: Arte/UOL Jogos

Rodrigo Guerra

Do UOL, em São Paulo

06/07/2016 13h49

No Brasil existe um forte sentimento nostálgico em torno dos games de Master System, principalmente quando falamos de games como "Turma da Mônica no Castelo do Dragão", "Chapolin Vs Dracula" e tantos outros.

Um dos responsáveis por fazer com que esses jogos se tornassem realidade foi Alexandre Pagano, que trabalhou em diversos games da Tec Toy nos anos 90. Ele conta diversas curiosidades da produção desses e outros games, da tradução de "Phantasy Star" ao Sansão, o coelhinho e principal arma da Mônica em seus jogos. 

Vem com a gente, desce pro play e relembre desses jogos de uma época de ouro dos videogames no Brasil. Continue com essa página aberta em seu navegador para continuar a ouvir o podcast ou baixe o Playground para seu computador, tablet ou smartphone clicando aqui.

O Playground é um podcast que conta com sua participação. Você pode mandar e-mails para o endereço uol-jogos@uol.com.br, mensagens de texto ou áudio para nosso WhatsApp pelo número (11) 99804-3762. Vem com a gente. Desce pro Play!

Faça o download do programa
• Assine gratuitamente no iTunes
• Receba o Playground no seu aplicativo de podcasts favorito para Android
• Participe do nosso grupo no facebook

Desce pro Play!

O Playground é o podcast semanal do UOL Jogos. Nele a redação discute de games retrô aos mais atuais, além disso falamos sobre os filmes, quadrinhos e tudo aquilo que envolver a mídia.

Você pode baixar o arquivo de áudio para ouvir em seu smartphone ou computador clicando aqui. Mas se quiser, pode assinar gratuitamente o podcast Playground de UOL Jogos. Se você tem um iPhone, basta procurar por Playground no app Podcasts ou clicar aqui. Quem usa aparelhos Android ou Windows Phone, pode receber os podcasts clicando aqui para receber nosso feed.

Dessa forma, você recebe o arquivo de graça toda vez que existir uma atualização e ouve quando quiser.