PUBLICIDADE

Topo

Especialistas avaliam crescimento do cenário competitivo de "LoL" no Brasil

Rodrigo Guerra

Do UOL, em São Paulo

06/05/2015 10h27

Nas últimas semanas temos acompanhado como é que o cenário competitivo de "League of Legends" está se desenvolvendo. Desde que o jogo chegou no Brasil, em meados de 2012, a popularidade do game vem em uma constante crescente. Os times brasileiros estão ganhando mais destaque, os jogadores estão ficando mais conhecidos e, acima de tudo, o público está reconhecendo a modalidade e dando credibilidade para a cena.

Um bom exemplo disso, é a INTZ, time brasileiro que recentemente disputou e venceu o Campeonato Brasileiro de "League of Legends" praticamente invicto – o time teve apenas dois empates durante a campanha. A INTZ não era favorita, mas o time vinha demonstrando crescimento, como diz o comentarista Guilherme Cheida, o "Tixinha" para UOL Jogos.

"A INTZ é um time que no ano passado mostrou um grande crescimento. Aí terminou o ano e eles trocaram o [Caçador das Selvas], o [Thiago] "Djokovic" [Maia] pelo [Gabriel] "Revolta" [Henud], que era bem conhecido. O time estava melhor, mas ainda não era favorito, pois tinha muitos jogadores novos, sem muita experiência, mas a campanha deles até agora foi de time campeão", conta Tixinha.

"Esse é o ano mais forte [do cenário competitivo] de 'League of Legends'. [...] Os times têm contratos com multa, estão se espelhando em times de futebol e tudo mais. Esse é o melhor ano, mas ainda temos muito o que crescer", analisa Tixinha.

O jornalista Felipe Della Corte conta que estrutura de times também é importante para o crescimento para o cenário. "Um esporte não pode ser pautado por talento individual, mesmo que seja em esportes [individuais] como Usain Bolt. O eSport é feito de times. [...] Não importa quem está passando por aquele time. Se a equipe for forte, vai conseguir ter destaque, patrocínio para ter dinheiro para contratar talentos. E isso vai deixar o time sempre forte".

Você pode ouvir a análise completa do cenário competitivo de "League of Legends no Playground dessa semana, que ainda trata sobre os campeonatos que rolaram neste ano e também do que vai rolar no segundo semestre. Basta clicar no botão de play logo abaixo ou baixar no seu agregador de feeds favoritos.

Vale lembrar que o Playground é um podcast e como tal,  você pode assinar o feed de episódios para receber o arquivo no momento em que ele ficar disponível.

Uma das coisas importantes é que o ouvinte também pode participar do programa. Para isso basta enviar um e-mail para uol-jogos@uol.com.br. Esse é o canal direto com a redação do UOL Jogos onde você pode sugerir assuntos, fazer críticas, comentários e o falar que mais quiser. Só não esqueça de colocar a palavra "Playground" no assunto da mensagem para nos ajudar a encontrar seu e-mail em nossa caixa postal.

Desce pro Play

O Playground é um podcast que surgiu para substituir o programa de vídeo Papo da Redação. Ou seja: nosso bate-papo semanal que era exibido em vídeo vai continuar a existir, mas agora em formato de áudio.

Podcast é o nome dado ao arquivo de áudio digital publicado na internet e que pode ser reproduzido em computadores, tocadores de MP3, smartphones e outros aparelhos. Esse tipo de mídia é uma forma de levar conteúdo para ouvintes como se fosse um programa de rádio.

O Playground é o podcast do UOL Jogos, que tem novos capítulos todas as quartas-feiras.