PUBLICIDADE

Topo

Fazer jogos para PS4 e Xbox One é 10 vezes mais trabalhoso, diz Capcom

do Gamehall

13/01/2014 12h02

Contrariando os comentários de que a nova geração de consoles facilitaria o desenvolvimento de jogos pela arquitetura similar ao PC, Masaru Ijuin, executivo da Capcom, alertou que a transição de trabalho de uma plataforma para outra não será fácil.

No caso da empresa japonesa, o maior entrave será a troca do motor gráfico padrão utilizado nos tempos do PlayStation 3 e Xbox 360 para um novo, mais potente, compatível com o Xbox One e o PlayStation 4.

"Eu temo que os criadores vão ter que começar do zero quando aprenderem a utilizar o motor gráfico Panta Rhei. Os consoles da nova geração redefiniram drasticamente a forma como jogos são renderizados. Teorias convencionais não funcionam mais", comentou Ijuin.

O executivo afirmou que esta é uma oportunidade de superar novos desafios necessária para que a Capcom continue a criar produtos que agradem seus fãs.

Strider
Strider
#albumEmbed015('tagalbum','72613+AND+36439')

Expediente mais longo

Ijuin defendeu que o motor gráfico utilizado na última geração, chamado MT Framework, ainda é poderoso o suficiente, mas disse que a qualidade crescente que exigirão Xbox One e PlayStation 4 terão como resultado produtos de oito a dez vezes mais trabalhosos.

"Assim como aconteceu com a MT Framework, houve pessoas que eram contrárias à Panta Rhei inicialmente. Acho que todo mundo fica apreensivo quando ocorrem mudanças no ambiente de desenvolvimento", disse o executivo.

Start