Conteúdo publicado há 2 meses

Kate Middleton é diagnosticada com câncer e passa por quimioterapia

Kate Middleton, 42, anunciou nesta sexta-feira (22) que foi diagnosticada com câncer e está passando por quimioterapia.

A princesa não especificou qual é o tipo de câncer que está enfrentando. Ela afirmou que foi diagnosticada em exames feitos após uma cirurgia abdominal, em janeiro.

Ela está passando por um "ciclo preventivo de quimioterapia". Um porta-voz do Palácio confirmou à revista People que o tratamento começou no final de fevereiro.

Kate disse que a notícia foi um "grande choque" para a família e, por isso, precisou de tempo. "William e eu estamos fazendo de tudo para processar e lidar com isso em particular, por nossos filhos. Como vocês podem imaginar, isso levou tempo. Levou tempo para que eu me recuperasse de uma grande cirurgia e iniciar meu tratamento. Mas, o mais importante: levou tempo para explicarmos tudo a George, Charlotte e Louis de forma apropriada, garantindo que vou ficar bem."

A princesa disse que "está bem" e agradeceu o apoio de William e do público. "Como eu disse [aos meus filhos]: eu estou bem e ficando mais forte a cada dia, focando nas coisas que vão ajudar a me curar: minha mente, corpo e espírito. Ter William ao meu lado tem sido uma fonte de conforto e segurança, assim como o amor, apoio e gentileza demonstrado por muitos de vocês. Isso é muito importante para nós."

Ela ficará afastada de suas funções até ser liberada pelos médicos. "Esperamos que vocês entendam que nossa família precisa de tempo, espaço e privacidade enquanto passo por este tratamento. Meu trabalho sempre me trouxe muita alegria e estou ansiosa para voltar assim que superar isso. Mas por enquanto, devo focar em me recuperar completamente."

O príncipe William continuará se dividindo entre o trabalho e o apoio a Kate e à família, como tem feito desde o início do ano. Ele passará as primeiras semanas de abril com a família, quando as crianças terão um recesso de Páscoa na escola, segundo a revista People. Depois disso, voltará às funções oficiais.

Princesa fez cirurgia em janeiro; veja cronologia

Kate passou por uma cirurgia no abdome no dia 16 de janeiro. O Palácio de Kensington não informou o motivo da cirurgia, mas disse na ocasião que o procedimento foi "planejado" e que não se tratava de um câncer. Na ocasião, o Palácio informou que a princesa ficaria afastada de suas funções até a Páscoa e pediu privacidade.

Continua após a publicidade

Apesar de a cirurgia ter sido "planejada", Kate adiou compromissos oficiais agendados para os meses seguintes O príncipe William também adiou compromissos para estar ao lado da mulher durante o período de recuperação. Kate deixou o hospital no dia 29 de janeiro, 13 dias após a cirurgia, sem ser fotografada, e passou mais de dois meses sem ser vista em público.

A princesa passou mais de dois meses sem ser vista em público, o que gerou especulações e teorias da conspiração. As suposições sobre o "sumiço" da princesa se intensificaram após o príncipe William cancelar uma aparição em um evento por motivos pessoais no dia 28 de fevereiro, obrigando o Palácio a responder aos boatos: "Deixamos claro, em janeiro, qual seria a cronologia da recuperação da princesa e que só divulgaríamos atualizações significativas. Essa diretriz se mantém".

No dia 10 de março, Dia das Mães britânico, o Palácio publicou uma foto da princesa com os filhos, que acabou sendo excluída por agências de notícia por ter sido editada e manipulada. Kate assumiu a culpa pelas edições: "Como muitos fotógrafos amadores, ocasionalmente faço experiências com edição. Gostaria de expressar minhas desculpas por qualquer confusão que a fotografia de família que compartilhamos ontem tenha causado", publicou a princesa, diante da repercussão negativa.

A princesa voltou a ser vista em público no início de março. Desde então, ela já foi fotografada algumas vezes por paparazzi e pelo público ao lado da mãe e do príncipe William.

O rei Charles 3º, pai do príncipe William, também está com câncer. O Palácio de Buckingham anunciou o diagnóstico no início de fevereiro.

Deixe seu comentário

Só para assinantes