PUBLICIDADE
Topo

Pantanal

Tudo sobre a novela da Globo


Atriz de 'Pantanal' diz que ficava 'revoltada por não passar em teste'

Victoria Rossetti pensou em desistir da carreira de atriz antes de "Pantanal" - Fabio Rocha/Globo
Victoria Rossetti pensou em desistir da carreira de atriz antes de "Pantanal" Imagem: Fabio Rocha/Globo

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

26/05/2022 08h10

Dando vida à Nayara, ex-namorada de Jove (Jesuíta Barbosa) em "Pantanal" (TV Globo), Victoria Rossetti já pensou em desistir da carreira algumas vezes por não passar em testes. A atriz conta que já tem até um plano B, mas vai persistir no sonho de ser uma grande artista.

"Meu maior desejo é ser uma grande atriz. Quanto mais a gente caminha nessa profissão, mais a gente percebe o quanto quer entender as condições humanas. O ator gosta de entender a condição humana. Não são caras e bocas que fazem uma pessoa ser boa atriz, acredito que seja a persistência", opina Rossetti, em entrevista à Quem.

Victoria conseguiu sua grande estreia em um papel de destaque em "Pantanal", mas nem sempre reagiu bem aos 'nãos' que já recebeu. "Sou muito apaixonada pela atuação. Essa paixão começa pela admiração por outros atores e, depois, isso se torna mais profundo. Já cheguei a ficar revoltada por não passar em teste", diz.

Aliás, Victoria já tinha uma segunda opção, caso a atuação não fosse para frente. "Eu queria ser filósofa. Faço faculdade de Filosofia e eu amo. Estou no segundo ano da faculdade. Se não conseguisse ser atriz, gostaria de ser professora de teatro ou psicanalista. Gosto muito de me engajar na narrativa pessoal do outro, entender sentimentos", declara.

Já para "Pantanal", Victoria quis dar a sua própria cara à Nayara, que se chamava Nalvinha na primeira versão, e preferiu não ver as cenas antigas da personagem. "Talvez até por inexperiência de atriz jovem com medo de não querer se basear naquilo que já foi feito. Com medo de não ficar presa em referências, eu não vi as cenas da Nalvinha (que era interpretada por Flávia Monteiro)", explica.


Filó se incomoda com a atenção exagerada de Zaquieu

Alcides estranha a intimidade entre Guta e Marcelo. José Leôncio e Filó recebem Mariana, Irma e Zaquieu. Mariana critica a queimada que avistou do avião. Filó se incomoda com a atenção exagerada de Zaquieu. Juma não abre mão de morar na tapera, mesmo com o risco de perder Jove. O Velho do Rio, em forma de sucuri, foge do Centro de Reabilitação de Animais. Trindade diz a Irma que a deseja, e os dois acabam se beijando. Guta e Marcelo conversam sobre a situação de suas famílias e o fato de serem irmãos. O Velho do Rio procura Juma pedindo socorro.

Filó se incomoda com a atenção exagerada de Zaquieu

Alcides estranha a intimidade entre Guta e Marcelo. José Leôncio e Filó recebem Mariana, Irma e Zaquieu. Mariana critica a queimada que avistou do avião. Filó se incomoda com a atenção exagerada de Zaquieu. Juma não abre mão de morar na tapera, mesmo com o risco de perder Jove. O Velho do Rio, em forma de sucuri, foge do Centro de Reabilitação de Animais. Trindade diz a Irma que a deseja, e os dois acabam se beijando. Guta e Marcelo conversam sobre a situação de suas famílias e o fato de serem irmãos. O Velho do Rio procura Juma pedindo socorro.

Filó se incomoda com a atenção exagerada de Zaquieu

Alcides estranha a intimidade entre Guta e Marcelo. José Leôncio e Filó recebem Mariana, Irma e Zaquieu. Mariana critica a queimada que avistou do avião. Filó se incomoda com a atenção exagerada de Zaquieu. Juma não abre mão de morar na tapera, mesmo com o risco de perder Jove. O Velho do Rio, em forma de sucuri, foge do Centro de Reabilitação de Animais. Trindade diz a Irma que a deseja, e os dois acabam se beijando. Guta e Marcelo conversam sobre a situação de suas famílias e o fato de serem irmãos. O Velho do Rio procura Juma pedindo socorro.