PUBLICIDADE
Topo

Vangelis, compositor de 'Carruagens de Fogo' e 'Blade Runner', morre aos 79

Vangelis durante evento em 2007 - Reprodução/ Kapetan Nikolios/ Wikimedia Commons
Vangelis durante evento em 2007 Imagem: Reprodução/ Kapetan Nikolios/ Wikimedia Commons

De Splash, em São Paulo

19/05/2022 14h58Atualizada em 19/05/2022 19h12

O compositor e músico grego Evángelos Odysséas Papathanassiou, conhecido como Vangelis, dono de marcantes trilhas sonoras no cinema como em "Carruagens de Fogo" e "Blade Runner", morreu aos 79 anos.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, seus representantes informaram que ele morreu em um hospital na França, onde estava sendo tratado. A agência de notícias grega ANA informou hoje que ele morreu em Paris. Não foi divulgada a causa da morte.

"É com grande tristeza que anunciamos que Vangelis Papathanassiou faleceu na noite de terça-feira, 17 de maio", anunciou o escritório de advocacia que representava o músico.

Nascido em 1943 na cidade grega de Volos, Vangelis chegou a ganhar um Oscar pela trilha sonora de "Carruagens de Fogo" (1981), em 1982. No ano que levou uma estatueta do Oscar sua música fica marcante novamente, desta vez pela trilha de "Blade Runner" (1982).

No currículo, o aclamado compositor grego fez ainda músicas para missões espaciais da NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos) em 2001 e em 2013, instituição que deu a ele uma Medalha de Serviço Público Excepcional.

O primeiro-ministro da Grécia, Kyriákos Mitsotákis, lamentou a morte do artista: "Vangelis Papathanassiou não está mais conosco. O mundo da música perdeu o [artista] internacional Vangelis".

"Para nós gregos, porém, saber que o seu segundo nome era Odisseia [de Odisseu, Ulisses em português] significa que ele continuou na sua grande viagem pelas 'Carruagens do Fogo'. De lá, ele irá nos enviar sempre as notas musicais dele", complementou a autoridade.

"Vangelis Papathanassiou foi um importante compositor grego que se apresentou a nível global. Nos despedimos com um grande 'obrigado' pelo que ele trouxe para a música, a sociedade e para a Grécia", homenageou Nikos Dendias, ministro de relações exteriores da Grécia.