PUBLICIDADE
Topo

Morre aos 58 o músico Eduardo Gallotti, fundador de rodas de samba no RJ

Eduardo Gallotti tinha um câncer nas cordas vocais - Reprodução/Instagram
Eduardo Gallotti tinha um câncer nas cordas vocais Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

12/05/2022 10h06

Morreu hoje aos 58 anos o cantor e compositor Eduardo Gallotti, responsável por fundar algumas das mais tradicionais rodas de samba do Rio de Janeiro.

Ele tratava um câncer nas cordas vocais. A notícia da morte foi divulgada pelo jornal O Globo e também por amigos do músico nas redes sociais.

"Galotti foi o primeiro sambista que conheci de perto. Suas rodas no Mandrake, no Sobrenatural, no Lavradio. Aprendi com ele muitos sambas do Noel, Nelson Cavaquinho", lamentou a sambista Teresa Cristina no Twitter. "Ele era uma enciclopédia! Engraçado, talentoso, inteligente. Acordei com essa notícia triste e ainda vou digerir".

Outros amigos também lamentaram e relembraram o legado do sambista: "TUDO, absolutamente TUDO, que foi feito de samba entre o Centro e a Zona Sul do Rio — o renascimento do gênero, a popularização entre os mais jovens (lembremos que era uma época da música quase sempre medíocre "de boate", um lixo importado sem critério) — tem o dedo desse cara tão gentil", escreveu Marcelo Moutinho.

Em março, Eduardo compartilhou um vídeo tocando cavaquinho no hospital: