PUBLICIDADE
Topo

Karinah, rainha do pagode, lança sua primeira música com Alcione

Karinah gravou a música "Tô de Partida" com Alcione - Guto Costa/Divulgação
Karinah gravou a música 'Tô de Partida' com Alcione Imagem: Guto Costa/Divulgação

De Splash, em São Paulo

21/01/2022 04h00

Uma amizade de mais de 15 anos que agora virou música. Karinah, conhecida como a rainha do pagode, lança hoje sua primeira parceria com a madrinha Alcione. "Tô de Partida" fala sobre uma mulher saindo de um relacionamento abusivo.

"É um momento muito importante onde a mulher precisa ter voz ativa. E nada como cantar uma canção que traz essa verdade. Ainda mais com uma mulher tão forte quanto a Alcione", explica Karinah em entrevista a Splash.

Foram anos e anos esperando a canção perfeita para gravar com Alcione, até que "Tô de Partida" chegou nas mãos dela pelas mãos do compositor Valtinho Jota.

"Eu vi essa música na voz da Alcione. E, conversando com o compositor, eu falei que só ia gravar a música se ela topasse gravar comigo. Pois estava na cara que ele tinha feito a música para ela."

Karinah mostrou a música para Alcione na segunda live que participou cantando com a madrinha. Alcione topou. "Nós vamos gravar essa música e vai ser pedra sobre pedra."

Karinah comemora o lançamento. "A mulher ainda é muito recriminada. Essa música é para trazer essa mensagem. Ela descarta a possibilidade de que está em um relacionamento abusivo até cair a ficha."

Ouça "Tô de Partida":

"Tô de Partida"

Hoje nada do que você disser
Vai apagar a cena triste que eu vi
Esse mal se corta é na raiz
Pra não voltar tudo que eu já sofri

Quantas vezes briguei com quem tentava me alertar
Descartei a ideia de desconfiança outra vez
Mas você levou outra mulher pra nossa cama
Me desculpe, mas quem ama não faria o que você me fez

Eu me dei de corpo pra você, tô tão ferida
Eu não quero mais ouvir teu nome em toda a minha vida
E pra completar, vou me levantar e tô de partida

Eu não quero olhar pra nada que lembre você
Vou me mudar pra longe, eu quero te esquecer
Eu olho pra você e só consigo sentir pena
Você deve estar com medo
Pois mulher igual a mim você não vai achar tão cedo

Quantas vezes briguei com quem tentava me alertar
Descartei a ideia de desconfiança outra vez
Mas você levou outra mulher pra nossa cama
Me desculpe, mas quem ama não faria o que você me fez

Eu me dei de corpo pra você, tô tão ferida
Eu não quero mais ouvir teu nome em toda a minha vida
E pra completar, vou me levantar e tô de partida

Eu não quero olhar pra nada que lembre você
Vou me mudar pra longe, eu quero te esquecer
Eu olho pra você e só consigo sentir pena
Você deve estar com medo
Pois mulher igual a mim você não vai achar tão cedo

Eu não quero olhar pra nada que lembre você
Vou me mudar pra longe, eu quero te esquecer
Eu olho pra você e só consigo sentir pena
Você deve estar com medo
Pois mulher igual a mim você não vai achar tão cedo

Pois mulher igual a mim você não vai achar tão cedo