PUBLICIDADE
Topo

Há um mês no topo, Matuê encabeça trap com hits e cachês de 6 dígitos

Colaboração para Splash, em São Paulo

06/05/2022 14h32

O fenômeno do trap nacional Matuê segue dominando as paradas de sucessos. Essa semana ele completou um mês no topo do Top 50 do Spotify com o single "Vampiro", parceria com Teto e Wiu.

A faixa ocupou o primeiro lugar poucos dias depois de estrear, em 1º de abril, e chegou a entrar para as 50 mais tocadas em todo o mundo também.

Além de ser dono de vários hits, o artista cearense de 28 anos também já ostenta um cachê que ultrapassa a faixa dos R$ 150.000.

No Splash Show de hoje (6), o jornalista Sérgio Martins destaca que Matuê faz sucesso por sua personalidade excêntrica.

Ele é o principal ícone do trap brasileiro e tem uma postura mais futurista. O Matuê gosta de criar personagens, antes de lançar 'Vampiro' ele tinha sorteado cápsulas com o próprio sangue para alguns fãs.

Com letras que lembram o funk ostentação e glorificando a riqueza, o trap tem ganhado cada vez mais espaço na cena pop do Brasil. Outro nome de destaque é Filipe Ret.

O trapper carioca ganhou ainda mais notoriedade depois que a música "Eu Me Sinto Abençoado", parceria com MC Poze do Rodo, virou uma espécie de trilha sonora dos amigos Pedro Scooby, Paulo André e D.G no "BBB 22" (TV Globo),

Há poucos dias, Ret disse no Instagram que, depois do programa, o cachê de seu show subiu para R$ 200.000.

O trap em poucos anos fez muito mais em termos comerciais do que o hip hop em 40 anos. Isso é um dado muito importante. Sérgio Martins

'Splash Show com Zeca Camargo'

Apresentado por Zeca Camargo toda quinta e sexta, o "Splash Show" assume sua pegada mais pop, discutindo os assuntos que estão bombando nas séries, nos filmes e também na música. O programa vai ao ar às 13h no YouTube de Splash.