PUBLICIDADE
Topo

Sucesso no TikTok, Jão lança clipe de 'Idiota' com referências nostálgicas

Clipe traz referências ao "Homem-Aranha", "Brokeback Mountain" e ao casal Ayrton Senna e Xuxa - Divulgação/ Breno Galtier
Clipe traz referências ao "Homem-Aranha", "Brokeback Mountain" e ao casal Ayrton Senna e Xuxa Imagem: Divulgação/ Breno Galtier

Caio Santana

De Splash, em São Paulo

09/02/2022 12h02Atualizada em 09/02/2022 15h06

Jão lança hoje o videoclipe de "Idiota", terceira faixa do terceiro álbum de estúdio do cantor, "Pirata", divulgado em outubro de 2021 e que alcançou a nona maior estreia da história do Spotify Brasil, com 4,9 milhões de streamings em apenas 24 horas. Reproduzida em mais de 260 mil vídeos do TikTok viralizando na plataforma, por pouco "Idiota" não ficou de fora do disco.

"Durante os meses que a gente começou a produzir ela ficou meio de lado. A gente tentou muitas vezes fazer algo com ela e a gente não achava o caminho. Era muito frustrante, porque eu sempre batalhava muito por ela", declara Jão em entrevista a Splash.

O refrão da faixa foi feito no início da pandemia, entre março e abril de 2020. Com o passar dos meses, a letra sofreu alterações enquanto o álbum era produzido. O cantor diz que se reuniu com os amigos por videochamadas para que eles dessem suas opiniões sobre as composições.

"Eu amava muito 'Idiota', lutava muito por ela, e estranhamente ninguém deu a mínima. Quando a gente [da produção] mandou para nossos amigos, não foi uma música preferida, principalmente a versão antiga", confessa.

Foi somente após apoio do diretor criativo Pedro Tofani, co-compositor de Jão e diretor dos seus clipes, que a música foi finalizada. "Ela foi a última a ser gravada, a última que a gente deu ok de tipo 'vai estar realmente como eu quero'".

foto 2 - Divulgação/ Breno Galtier - Divulgação/ Breno Galtier
Jão vive Ayrton Senna no clipe, relembrando época em que piloto namorou Xuxa entre 1988 e 1989
Imagem: Divulgação/ Breno Galtier

Viral no TikTok

Sem imaginar que a música se tornaria um sucesso no TikTok com trends feitas por influencers como Viih Tube e João Guilherme, a insistência de Jão deu certo e ele já sabia que a faixa tinha capacidade de alcançar um público que ele ainda não possuía.

"Eu já tinha uma ideia forte de que as pessoas iriam abraçá-la e que seria uma música que furaria minha bolha. [...] A gente quase trabalhou como single antes do álbum e no momento [do lançamento], mas eu não queria tirar a atenção do álbum em si. Eu sabia que 'Idiota' era forte o suficiente para dividir um pouco da atenção", afirma.

Quanto mais você trabalha com música e está nesse meio, você entende que o TikTok é realmente uma plataforma que as pessoas precisam gostar, abraçar e se identificar com a música. Não tem outro jeito, pelo menos na minha percepção não. Jão

Depois de ver o sucesso que a faixa fez, inclusive com retorno ao Top 50 do Spotify Brasil e Portugal e nas músicas virais globais na plataforma após quatro meses de lançamento do álbum, um planejamento mais direcionado passou a ser feito pela equipe do cantor e a gravadora Universal Music.

"Quando a gente enxergou isso, viu as pessoas abraçando a própria música, crescendo muito, pensamos em fazer a nossa estratégia para que a música continuasse rolando. E nem foi preciso muita coisa, porque foi realmente muito orgânico", comenta ele sobre as milhares de trends no TikTok e no Instagram que somam mais de 300 mil vídeos.

A gente já iria fazer a música como single. Não sei se seria agora ou mais para a frente no planejamento, mas a galera escolheu ela como single e a gente teve que dá uma corrida. Jão

foto 1 - Divulgação/ Breno Galtier - Divulgação/ Breno Galtier
Jão levou referência do clássico e memorável "Titanic" ao clipe
Imagem: Divulgação/ Breno Galtier

Diversas referências

Quem assiste "Idiota" vai notar de cara as referências de casais memoráveis no entretenimento mundial e brasileiro: "Homem Aranha", "Dona Flor e Seus Dois Maridos", Ayrton Senna e Xuxa, "Brokeback Mountain", "10 Coisas Que Eu Odeio em Você" e até "Titanic". Diversas cenas trazem um ar mais engraçado. Exatamente a proposta que Jão queria.

"Quando a gente pensou no clipe a gente queria muito fazer algo mais despretensioso, performático e de entretenimento, que não fosse uma coisa muito narrativa, sombria e muito complicada de se acessar", explica.

Acho que a música tem um senso de nostalgia muito grande, tanto que grande parte dos filmes que a gente escolheu são dos anos 90 e eu queria muito incluir casais icônicos que fossem da cultura brasileira. Jão

Um desses casais foi Xuxa e Ayrton Senna, vivido por Jão. Ele também se vestiu de Homem-Aranha, em referência ao sucesso que o filme está fazendo nos cinemas e também rememorando o seu aniversário de 26 anos, em 2020, quando ele se vestiu do personagem.

A gravação do clipe

O clipe foi gravado no final de janeiro em praticamente um único dia. Jão conta que chegou no set de gravações ao meio-dia e saiu somente às sete do dia seguinte.

Foi bem puxado, troca de roupa. Gravações são muito bizarras. O que mais demora é o 'vira pra cá, a luz tem que trocar'. É um processo que as pessoas não imaginam quanta gente precisa para uma cena de três segundos. É sempre muito divertido gravar clipe, muito estressante também e eu reclamo e me divirto muito, faço um equilíbrio. Mas sempre que o clipe está pronto eu quero fazer outro. Jão

Agora com o videoclipe pronto, ele deseja que o público aceite a proposta: "Estou muito feliz com 'Idiota', espero que [o público] abrace muito o clipe, a gente se dedicou muito para fazer. A turnê está quase aí para a gente começar os shows, muitos festivais, Lolla. Estou louco para encontrar todo mundo e cantar 'Idiota' com eles".

Confira abaixo: