PUBLICIDADE
Topo

Em 'Pirata', Jão vira explorador de si sem se desligar do passado

Jão na capa do álbum "Pirata"; novo álbum já tem clipe pronto  - Reprodução/Instagram
Jão na capa do álbum "Pirata"; novo álbum já tem clipe pronto Imagem: Reprodução/Instagram

Pedro Ezequiel

De Splash, em São Paulo

19/10/2021 21h01Atualizada em 20/10/2021 14h23

É estranho e curioso retomar shows após mais de um ano de isolamento: uma experiência do passado recomeçando como se fosse uma estreia. Jão conseguiu ver as reações dos fãs que ouviram as faixas de "Pirata" em primeira mão no domingo (17), em um teatro em São Paulo.

Só não será estranho observar o cantor em clipes explorando o seu otimismo no novo álbum lançado hoje. A Splash, Jão revela que 'Pirata' terá um apelo visual.

Tenho clipe gravado, já pronto — fora o trailer que soltei ontem que amei fazer. Estou há muito tempo sem lançar disco e meu último ['Anti-Herói'] foi muito simples na questão visual. É algo que dá muito trabalho e na hora sempre me arrependo de estar fazendo, mas o resultado pronto sempre é incrível. Quero explorar bastante as músicas individualmente, dar uma cara para elas. Jão

O cantor anunciou nas redes sociais o clipe da música "Não Te Amo" para amanhã, com o ator Enrique Espinosa.

"Pirata" é o terceiro disco do menino do interior de São Paulo, lá da cidade de Américo Brasiliense, e começa quase cegando a tristeza com "Clarão", anunciando ventos novos do artista.

Ele encerra com "Olhos Vermelhos" descobrindo como é bom andar sozinho, mas acompanhado de uma liberdade para mergulhar.

Só que entre a primeira e a 11ª faixa, Jão se perde. Nas aventuras, nas memórias, na própria travessia — o que não é motivo para perder o otimismo.

Faz sentido? Não é para ter uma linha reta de sensações e chegar a uma conclusão. É sobre partir e fugir do que prende. Ler a carta de apresentação do disco publicada pelo cantor nas redes sociais é um mapa sobre as novas letras.

Meu último disco termina de forma densa e, nesse, o que fica é um sentimento bom. Mas as faixas que me sinto mais livres são 'Clarão' e 'Meninos e Meninas', que é uma faixa bibliográfica e uma memória da minha época de faculdade. 'Olhos Vermelhos' também, apesar de ela ser uma conversa comigo mesmo e ter esse sentimento muito dúbio de se perder e liberdade. Acho libertadora. Me sinto mais perdido talvez em 'Não Te Amo', é a mais delírio. Jão

'Amor Pirata naufragou'

Jão - Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Jão em clipe de 'Amor Pirata'; música está fora do novo álbum
Imagem: Reprodução/YouTube

Depois de chegar com "Lobos" em 2018 e viajar com "Anti-Herói" em turnê, Jão tem um novo álbum de músicas escolhidas para contar a história.

E, para isso, uma delas teve que ficar de fora — o que levou os fãs o jogarem na prancha cobrando explicações.

Escrevi 'Coringa' e 'Amor Pirata' no mesmo processo do álbum e não planejava que 'Amor Pirata' fosse trabalhada em algum momento. Quando fui lançar 'Coringa', quis lançar uma música como um presente, um lado para que as pessoas se alimentassem do que eu estava fazendo. Mas eu gosto de álbuns curtinhos, sempre que fazemos [pensamos] 'o que daqui está contando a história mais de uma vez?', 'o que tá sobrando?'. Sempre corto coisas e 10 é um número bom, até acabei exagerando e colocando 11. 'Amor Pirata' naufragou. Jão

'Meninos e Meninas' da USP

Em 2013, Jão viu seu nome na lista de selecionados da USP (Universidade de São Paulo). Saiu da cidade com mais de 40 mil habitantes para cair na 'Prainha' da ECA (Escola de Comunicações e Artes).

As coisas que eu vivi e me entender como pessoa, ser humano. É um lugar muito especial para você se conhecer e conhecer pessoas completamente diferentes de você e explorar sua sexualidade, é um lugar muito livre. Conheci as pessoas mais especiais da minha vida e que estão comigo até hoje, trabalham comigo. Jão

Hoje no posto de "Pirata", ele vê como a faculdade o moldou. Mesmo com oito anos de intervalo, 2013 é "um ano e tanto", a ponto de ser uma das canções mais animadas.

Jão cursou publicidade e propaganda na USP e se anima ao descrever a rotina no campus do Butantã: comer no restaurante universitário, o 'bandejão', ir às festas de quintas-feiras e jogos entre faculdades. Ele chegou a gravar "Imaturo" na Cidade Universitária.

O cantor se lembra das descobertas só possíveis com a liberdade. O lugar que almeja hoje é parecido com sua vida de estudante?

É muito triste que o resto do mundo não seja como a ECA é. 'Pirata' é um momento da minha vida que eu sou muito mais meu. Era uma coisa que eu sentia muito na ECA, foi um lugar que eu me encontrei muito e quando essa bolha estourou e fui para o mundo, me senti um pouco perdido. É uma fotografia de um momento otimista para mim. E do que eu quero fazer, da onde vou chegar e da onde quero chegar. Jão

Álbum está vivendo sem ancorar no passado

O cantor evita definir sua obra por entender que o álbum é algo vivo. Mas já admitiu que são fotografias de momentos. Jão assegura que os melhores ângulos e experiências ainda não chegaram. As que já ficaram para trás lhe deram bagagem e conhecimento.

É muito perigoso se desligar do passado. Músicas são lembranças de coisas. Meu passado é muito presente hoje no sentido de malícia, de entendimento, de aprender, do que estar grudado naquilo. Nunca fui uma pessoa grudada ao passado, não fico remoendo as coisas — apesar dos álbuns parecerem um pouco. Jão

Entre a frase acima e a que virá a seguir, cabe a este trecho explicar com o verbo no presente que Jão canta do passado e sobre onde quer chegar.

Mas a intenção aqui não é destrinchar o significado das 11 músicas. Na verdade, para entender o Jão explorador, é preciso visitar outras letras. E caso se perca, pode recomeçar. Você tem total liberdade para isso.

Ele é sobre a liberdade, mas ele é muito sobre quem eu quero ser e quem eu almejo ser. Por isso que em momento da carta eu digo que posso ser um pouco hipócrita em algumas partes. Não no sentido mentiroso, mas de ser um desejo, é um lugar que eu quero alcançar, e a simbologia do 'Pirata' significa isso. É um álbum com muita bagagem e dá para me conhecer. Os outros álbuns são muito importantes para que 'Pirata' exista. Não sei se é um álbum de estreia, mas de reestreia com certeza. Jão

Jão - Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Jão trouxe trailer de novo álbum;
Imagem: Reprodução/YouTube