PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mussi diz que cresceu com pai tóxico e machista: 'Tinha medo'

BBB 2022: Rodrigo Mussi na varanda conversando com Tiago Abravanel - Reprodução/Globoplay
BBB 2022: Rodrigo Mussi na varanda conversando com Tiago Abravanel Imagem: Reprodução/Globoplay

Colaboração para Splash, em São Paulo

19/01/2022 15h10

Rodrigo Mussi e Tiago Abravanel tiveram uma conversa bastante emocional hoje, na varanda do "BBB 22" (TV Globo). Após ouvir a história do neto de Silvio Santos, que disse lutar para construir sua própria identidade e carreira, o pipoca falou sobre a influência de seu próprio pai em sua vida.

"Meu pai era muito machista. Eu tinha vergonha de usar shorts acima do joelho, porque era 'coisa de viado'", relembrou o brother. "Hoje eu uso shorts acima do joelho porque eu gosto, vê meus shorts, tudo curtinho."

"Mas você cresce com isso, 'viado', 'coisa de viado', 'camisa rosa é de viado'. Porque anos 90, ali, era foda, bicho", comentou. "Hoje tá melhorando, graças a Deus, porque os pais têm acesso a informação".

"Mas a gente cresce com isso de 'coisa de viado'. E de ser um bosta, um merda", lamentou Rodrigo. Em seguida, ele explicou como o pai o tratava com grosseria quando perguntava a mesma coisa duas vezes.

"Supondo que eu falasse assim, 'Tiago, cadê a toalha?', e você falasse, 'Tá aqui'. E daí eu perguntasse de novo, 'Tiago, cadê a toalha?'", descreveu. Segundo ele, o pai perdia o controle e lhe respondia com raiva. Como consequência, Rodrigo diz que até hoje tem medo de perguntar a mesma coisa duas vezes.

Para o brother, este "bloqueio" relacionado ao pai pode ser um motivo para sua má impressão sobre Naiara Azevedo, com quem não se deu bem na casa. Ele disse, no entanto, que pretende dar uma segunda chance para a sister.

Reaproximação com o pai

Ontem, durante conversa com Eslô e Vyni na academia, Rodrigo falou que perdeu o pai em um acidente de carro. A morte ocorreu em um momento em que os dois começavam a se reaproximar.

"Eu olhava pra Deus assim, e falei: 'Cara, justo agora que eu ganhei um pai?", contou o brother. "Tipo assim, o mundo virou pra mim. Ali, eu entrei em depressão. Ali, 2012 pra 2013, foram os piores anos pra mim".

"Mas ele estava doente?", perguntou Eslô, sobre o motivo da reaproximação com o pai.

"Não, ele tava depressivo, tava separando da mulher dele. Acho que ele se tocou, não sei", justificou Rodrigo. "Ele bebeu muito naquela noite [do acidente], e ele tava depressivo quando conversava comigo. E ele bateu o carro. Eu nunca vou saber se foi propositalmente, nunca vou saber. Mas assim, morreu, cara. E minha vida foi pra baixo."