PUBLICIDADE
Topo

Guttavo Lima desabafa sobre a morte de Marília Mendonça: 'Muito confuso'

Gusttavo Lima compartilhou imagem no Twitter - Reprodução/Twitter @Gusttavo_Lima
Gusttavo Lima compartilhou imagem no Twitter Imagem: Reprodução/Twitter @Gusttavo_Lima

De Splash, em São Paulo

06/11/2021 23h03Atualizada em 07/11/2021 17h57

Gusttavo Lima, de 32 anos, compartilhou com seus fãs, na tarde de hoje, um vídeo relatando ainda não estar conseguindo digerir a morte da cantora Marília Mendonça - que morreu anteontem em acidente aéreo, em Minas Gerais, e foi sepultada ontem, em Goiás.

Através dos stories, no Instagram, o cantor afirmou ainda estar confuso com a partida de Marília Mendonça e ressaltou que a artista "vai continuar sendo um dos maiores fenômenos da música", independente de sua morte.

"Por aqui ainda muito confuso, sem entender o que aconteceu. Uma grande amiga, grande mãe, artista incrível... Não consigo entender porque os bons vão cedo", declarou, e rasgou elogios a Marília Mendonça.

A Marília, sem dúvida alguma, foi um dos maiores fenômenos da música e vai continuar sendo. Uma pessoa só morre quando seu nome não é falado mais e isso não vai acontecer com a Marília, que permanece viva no nosso coração, dentro de nossa mente... Jamais será esquecida.

O cantor também reforçou que desmarcou seus shows neste final de semana em respeito à Marília Mendonça e as vítimas do trágico acidente aéreo.

"Sinto muito. Um abraço a todas as famílias, ao filho dela, a banda produção e equipe. Muita força para vocês. A gente tem que continuar a nossa vida, mas a saudade é algo que nunca passa. A Marília via ficar muito feliz ao ver a gente continuar essa jornada que ela participou durante muitos anos e da qual ela também é responsável, por esse sucesso da música sertaneja. Que Deus nos proteja e que a gente possa cada vez mais ser mais unido, justos e amorosos. A vida é um sopro, acaba tudo e a gente não tem tempo nem para se despedir", afirmou.

Última foto com Marília Mendonça

Ontem, Gusttavo Lima compartilhou um dos últimos registros ao lado de Marília Mendonça, morta aos 26 anos em um acidente aéreo anteontem. Na imagem, em que aparece ao lado dos outros sertanejos das duplas Guilherme e Benuto e Hugo e Guilherme, ele diz que o grupo amanheceu "bebendo e rindo juntos".

"Estou em choque, minha ficha ainda não caiu, não consigo entender, não entra na minha cabeça que te perdemos. Prefiro lembrar de você assim, feliz, radiante! Essa foto foi semana passada, onde amanhecemos bebendo e rindo juntos", escreveu.

A cantora foi sepultada ontem no início da noite no cemitério Parque Memorial de Goiânia. O tio e assessor dela, Abiceli Silveira Dias Filho, também foi sepultado no local. Os corpos foram levados do ginásio Goiânia Arena, em cortejo fúnebre, até o local do enterro em um caminhão dos bombeiros.

O acesso foi restrito a familiares e amigos próximos, que começaram a deixar o local após as 19h. Vários fãs que se mantiveram do lado de fora, seguiram aplaudindo, cantando e acenando aos artistas que estiveram no cemitério — emocionando, especialmente, a equipe que trabalha mais próximo à compositora, levando vários, mais uma vez, às lágrimas.

Na tarde de hoje, Simone Mendes, de 37 anos, compartilhou com seus fãs, prints de conversas especiais com a cantora em que ambas trocam elogios. "A gente era assim. Sempre elogios uma para outra", escreveu Simone em cima do print, dizendo que a amizade de ambas era especial e recheada de apoio de uma com a outra.

O acidente

A queda do avião aconteceu por volta das 15h30 de ontem em Piedade de Caratinga (MG), a 309 km de Belo Horizonte. Além de Marília Mendonça, morreram o produtor Henrique Bahia, o assessor e tio da cantora, Abiceli Silveira Dias Filho, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o copiloto Tarciso Pessoa Viana. O avião estava a 2 km do aeroporto onde iria pousar quando caiu, em um local de difícil acesso.

A aeronave teria atingido o cabo de uma torre de distribuição de energia elétrica antes de cair em um curso d'água, segundo a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), que administra o fornecimento de eletricidade na região. O acidente é investigado pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) e provocou a interrupção de acesso a energia elétrica para 33 mil pessoas.

O avião saiu de Goiânia com destino ao aeroporto de Caratinga (MG), onde Marília Mendonça faria um show para 8.000 pessoas. O restante da banda fez o trajeto de ônibus e já aguardava pela cantora na cidade.

Velório de Marília Mendonça: fãs, família e amigos se despedem da cantora