PUBLICIDADE
Topo

Natália Lage, de 'Hard': 'Pornô que chega para nós é feito para homens'

Júlio Machado e Natália Lage em cena de 'Hard', da HBO
Júlio Machado e Natália Lage em cena de 'Hard', da HBO
Divulgação

Beatriz Amendola

De Splash, em São Paulo

20/02/2021 04h00

No início de "Hard", Sofia (Natália Lage) tinha uma surpresa nada agradável ao herdar do falecido marido uma produtora de conteúdo, hum, adulto. Mas nos novos episódios, que estreiam neste domingo (21), às 22h30, na HBO, o inimigo de Sofia é outro: conciliar o trabalho com a vida pessoal.

Por um lado, ela está muito mais à vontade com o dia a dia da produtora e tudo o que ele envolve —das escolhas dos dildos às novas maneiras de ampliar os negócios. Mas o trabalho dela ainda é um segredo para grande parte de seus conhecidos, o que traz outros problemas.

Continua depois da publicidade
Ela fica o tempo inteiro nesse embate, dando dois passinhos para frente, meio passinho para trás. Ela está brigando com coisas muito enraizadas.
Natália Lage, a Splash

Em um papo com a gente por videoconferência, a atriz conta que tem percebido que muitas mulheres se reconhecem com Sofia nesse processo de desconstruir preconceitos ao lidar com a própria sexualidade.

"A gente está descobrindo nossos preconceitos" diz. "Às vezes falo algo e penso 'ih, essa frase é machista'. A gente está engatinhando, em um primeiro momento da tomada de consciência das nossas fragilidades, dos conceitos que a gente tem sobre a vida, e aprendendo a mudar".

Isso vale também para o pornô:

Continua depois da publicidade
Acho que muitas mulheres nem sabem o quanto têm preconceito, ou o quanto olham para esse universo de uma maneira torta, até porque o pornô que chega para nós é feito para homens.
Divulgação - Divulgação
Sofia (Natália Lage) tenta conquistar novas clientes nos novos episódios de 'Hard', da HBO
Imagem: Divulgação

E "Hard" mostra que sim, há outras possibilidades para o "entretenimento adulto". Bem empreendedora, Sofia chega a propor inclusive uma nova atividade para a produtora, focada em realizar —literalmente— as fantasias das clientes mulheres.

"A série traz as mulheres para descobrir que existe toda uma gama de possibilidades dentro do pornô, que não é só aquele filme que o namorado quer ver e reproduzir, que vai ser bom só para ele", conta Natália.

E para isso, quanto mais "careta" Sofia for, melhor.

"A pessoa pode olhar e falar: 'eu não sou tão careta assim'", diz a atriz.

Continua depois da publicidade

Choque no romance

Os dois mundos de Sofia se colidem também no romance dela com o astro pornô Marcelo Mastro Duro (Júlio Machado). Lidar com isso será outro desafio.

Ela tem que lidar com o próprio desejo e com o próprio preconceito, que não é um preconceito só da profissão dele, mas do ambiente, da classe social e de tudo o que envolve ser um ator pornô para uma mulher de classe altíssima do Morumbi. É um choque de valores muito grande.

Divulgação - Divulgação
Marcelo (Júlio Machado) e Sofia (Natália Lage) em clima de romance
Imagem: Divulgação

Mais séries brasileiras!

Apesar de ter se visto angustiada em boa parte de 2020 por não poder trabalhar, Natália gosta de saber que parte do público começou a ter contato com mais séries nacionais neste momento em que as opções do que fazer estão mais limitadas.

Nossa profissão vem sendo muito rechaçada nos últimos anos. Então, para nós, ver que as pessoas estão consumindo conteúdo nacional e conteúdo audiovisual, em geral, é maravilhoso.
Continua depois da publicidade

Ela continua: "A gente mostra que o nosso trabalho é feito com muita dedicação, que ele pode ser muito exaustivo, e que a gente faz com muito amor e que isso ajuda a vida de muita gente —não só a passar tempo e dar risada, mas a refletir sobre valores da sociedade".

"Hard" já havia sido completamente filmada antes da pandemia, mas Natália já voltou a trabalhar: ela está no Uruguai para gravar um filme e, em breve, deve retornar para as novelas com "Um Lugar ao Sol", de Licia Manzo, que vai ser exibida na Globo na faixa das 21h.

As coisas estão voltando, estou sorrindo de orelha a orelha.