PUBLICIDADE
Topo

Cantor de pagode do Samba Guetto morre aos 38 anos, vítima da covid-19

Alex Lima, de 38 anos, morreu de complicações relacionadas à covid-19 - Reprodução/Instagram
Alex Lima, de 38 anos, morreu de complicações relacionadas à covid-19 Imagem: Reprodução/Instagram

Tatiana Campbell

Colaboração para o UOL, no Rio

19/11/2020 11h12

O cantor de pagode Alex Lima, de anos 38, morreu vítima da covid-19. O artista, famoso na Baixada Santista e vocalista no grupo Samba Guetto, estava internado há 20 dias, mas não resistiu a doença e morreu em Praia Grande, no litoral paulista, na terça-feira (17). O músico deixa esposa e três filhos.

Familiares do cantor conversaram com o UOL. A prima dele Maria Lenilda Fernandes Lima, 39, disse que chegou a conversar com Alex dias antes dele morrer.

"Ele era uma pessoa muito simpática e de coração muito grande, bondoso, humilde. Sempre foi muito sonhador e sempre estava sorrindo. Quando ele disse que estava om coronavírus, eu liguei para ele e ele falou que já tava passando o risco e que estava bem. Mas depois disso, na mesma semana ele piorou e foi levado para o hospital e ficou internado para mais de 20 dias, chegou a ser entubado, mas não resistiu. Eu ainda estou sem acreditar. Uma pessoa tão saudável", disse Lenilda.

Um amigo de Alex Lima, Leandro Oliveira, 35, disse que a vida do cantor era o pagode e o samba. De acordo com o comerciante, o artista levava alegria por onde passava.

"Está difícil de aceitar que ele se foi, tão novo, tão cheio de vida. Ele estava internado e todos nós [ficamos] em uma grande corrente de oração para ele sair dessa. Estamos devastados, não só nós amigos, mas claro que a família. Ele era uma pessoa com um coração enorme, ajudava quem podia. Ele amava cantar, e como cantava. O pessoal aqui de Santos todos conheciam ele, uma pessoa incrível e que vai deixar muitas saudades", falou Leandro.

Amigos e fãs lamentam a morte

O grupo Samba Guetto lamentou a morte do vocalista e publicou um vídeo no perfil da página. "Não caiu a ficha, não entendi o por quê, não me conformei. Você estava tão bem, um novo progresso na carreira, novos sonhos sendo realizados e perdemos a batalha para uma doença maldita", diz o post.

Pelas redes sociais centenas de pessoas publicaram fotos e mensagens desejando forças à família de Alex Lima e também exaltando a carreira do cantor. Muitos amigos e amantes do trabalho do artista se comoveram com a morte precoce do músico.

"Hoje é um dia muito triste. Perdi um amigo irmão. Você vai deixar saudades meu mano", escreveu um cantor de pagode.

"Que tristeza. Mais uma perda para essa doença horrível. Que os anjos o recebam de braços abertos. Essa pessoa que foi tão linda aqui na terra", disse uma amiga. "O maldito covid ainda não acabou. Esse maldito levou mais um amigo meu", escreveu uma colega.