PUBLICIDADE
Topo

Eduardo Costa diz que só volta em 2021: 'Nossa grande esperança é a vacina'

O cantor sertanejo Eduardo Costa
O cantor sertanejo Eduardo Costa
Reprodução/Instagram

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

15/11/2020 04h00

Eduardo Costa escolheu esperar. De uma agenda de cerca de 20 shows por mês para nenhum a partir de março, quando começou a quarentena, o cantor sertanejo vê 2020 como um ano perdido para shows. Apesar de ter alguns colegas já voltando aos palcos com público, ele só pretende fazer isso em 2021.

Não devemos nos precipitar. Nós artistas já seguramos até agora, estamos em novembro. Resta cobrar uma atitude dos nossos políticos para entrar no ano que vem, em janeiro, já pensando em trabalhar.

Continua depois da publicidade

Sempre polêmico e com opiniões que costumam causar barulho, Eduardo Costa parece ter usado os últimos meses para reflexão. Além de estar cauteloso em relação à volta de shows com aglomeração, ele se diz confiante na vacina e espera que ela chegue o quanto antes para um retorno mais tranquilo.

A nossa grande esperança é a vacina. Com a população vacinada, a gente já pode se reunir, não vai ter problema. Meu maior medo com relação a essa pandemia são as pessoas de mais idade e que têm alguma doença que não aguentam pegar o vírus. A vacina chegando, a aglomeração pode acontecer.

"40Tena"

Enquanto esse momento não chega, ele segue fazendo música em sua mansão em BH. No seu novo DVD, batizado de "40Tena", Eduardo Costa dispensou banda e fez tudo sozinho. Duvida? Olha a ficha técnica:

Arranjos: Eduardo Costa
Baixo: Eduardo Costa
Bateria: Eduardo Costa
Guitarra: Eduardo Costa
Teclados: Eduardo Costa
Violões: Eduardo Costa
Violão Requinto: Eduardo Costa
Violão 12 cordas: Eduardo Costa
Violas: Eduardo Costa
Percussões: Eduardo Costa
Programações: Eduardo Costa
Loopings: Eduardo Costa

Continua depois da publicidade

E não é "só" isso. Ele ainda assina a direção geral e a direção artística do trabalho. É tanta função que quase não coube aqui. Uma equipe bem reduzida colaborou na parte técnica, mixagem e direção de vídeo, no projeto que surgiu como pequenos registros no Instagram, para virar um DVD com 26 faixas.

ec - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Quarentena é uma época em que você não ganha nada, mas o objetivo nem era arrecadar. Eu só gastei com esse projeto. Meu ganho foi o de saber que as pessoas estavam felizes com a minha música e superando o momento. Me senti realizado como artista, pessoa e ser humano.

O cantor diz ainda que todos seus negócios foram afetados pela pandemia, apesar de garantir que manteve seu quadro de funcionários intacto. Sua esperança é o retorno em 2021. Mesmo sem garantias da vacina, Eduardo afirma que sua agenda de shows já está preenchida durante todo o ano que vem.

Consegui manter a minha equipe. Mas se eu tiver que segurar mais um pouco, já não consigo mais. Porque todos os negócios estão em queda livre. Não é só a música, todos os meus negócios estão passando por uma dificuldade muito grande. Uma hora essa corda vai arrebentar.

Continua depois da publicidade

Live polêmica

Um momento conturbado da quarentena foi a recepção da live Cabaré, seu projeto com o cantor Leonardo, em maio. Depois de muita bebida e declarações polêmicas, Eduardo Costa foi bastante criticado e chegou a dizer que deixaria a música para se dedicar apenas aos negócios.

Fui muito criticado por uma live em que arrecadamos milhões de cestas, materiais hospitalares, dinheiro para ajudar no hospital do câncer e as pessoas só falaram das bebidas e das besteiras que falamos em um projeto que se chama Cabaré, que é onde só se fala besteira. A intenção é essa, entende.

Naquele momento eu fiquei chateado, mas nada como os fãs para a gente superar. Eu superei e acho que foi um momento de chateação e já passou. Eu não consigo viver sem a música, sem o palco e sem meus fãs. E jamais pararia minha carreira por causa de alguns que vão criticar até se eu fizer o bem.

"Pantanal"

E mesmo sem voltar aos palcos neste ano, Eduardo Costa já prepara mais novidades. Ele adiantou a Splash que lança mais um DVD, "Pantanal", em 13 de dezembro. Será o registro de um show gravado em outubro dentro do Rio Paraguai, no Pantanal, só com músicas caipiras e clássicos do sertanejo.

Continua depois da publicidade

Escolhi de novo o dia 13 porque é o meu número de sorte. 13 de dezembro é meu aniversário, a quarentena começou em 13 de março e lançamos o projeto '40Tena' em 13 de novembro.