PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Pode não parecer, mas 'Pega Pega' é boa escolha para ser reprisada agora

Agnaldo (João Baldasserini), Sandra Helena (Nanda Costa), Julio (Thiago Martins) e Malagueta (Marcelo Serrado) em "Pega Pega" - Paulo Belote/ Globo
Agnaldo (João Baldasserini), Sandra Helena (Nanda Costa), Julio (Thiago Martins) e Malagueta (Marcelo Serrado) em 'Pega Pega' Imagem: Paulo Belote/ Globo
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

19/07/2021 23h19

Lembro que quando "Pega Pega" foi ao ar pela primeira vez, há quatro anos, o primeiro capítulo não tinha sido bom o suficiente para me prender à história. A premissa de quatro funcionários de um hotel que roubam 40 milhões de dólares da venda do estabelecimento era boa, mas quando começou a ser executada, ficou meio boba. Além disso, o amor à primeira vista do casal protagonista também não tinha dado aquela liga. Só que vendo a estreia da edição especial da trama, nesta segunda-feira (19), não tive a mesma impressão.

Talvez seja pelo momento complicado em que todos estamos vivendo. Mais do que nunca precisamos nos abastecer de leveza e a novela tem esse tom. Em muitos momentos, inclusive, chega a ser pueril, tanto nas cenas quanto nos diálogos. Como no encontro de Eric (Mateus Solano) e Luiza (Camila Queiroz), com direito a virada de cabeça dela, em câmera lenta, na direção dele. Um recurso que faz qualquer noveleiro sentir aquela lufada de romance pela TV. Alie a isso às belas paisagens de Foz do Iguaçu, emoldurando o primeiro beijo dos pombinhos, e teremos um pouco mais de boa vontade com o casal protagonista.

Mateus Solano e Camila Queiroz na trama das 19h - Divulgação/TV Globo - Divulgação/TV Globo
Eric e Luiza se apaixonam à primeira vista em 'Pega Pega'
Imagem: Divulgação/TV Globo

O quarteto fantástico Malagueta (Marcelo Serrado), Júlio (Thiago Martins), Sandra (Nanda Costa) e Agnaldo (João Baldasserini), que foi o destaque na novela em sua primeira exibição, pode ganhar até mais torcida dessa vez. São ladrões, sim, mas tão atrapalhados que não dá pra ter raiva. Ainda mais quando o cerco for se fechando em torno deles... No rol dos destaques, há Mariana Santos. Na pele de Maria Pia, a atriz mostra ser capaz de unir muito bem a comédia com a vilania: obcecada por Eric, vai ganhando novas nuances ao se envolver com Malagueta. A química foi tamanha que o casal, na época, era shippado e tinha a #malapia.

Apesar do olhar menos carrasco em cima da novela, uma trama ainda não me desce: a da Bebeth (Valentina Herszage) e a canguru de pelúcia, sua BFF, que ganha vida através da animação. Isso é difícil de engolir mesmo com todo esforço.

Fato é, minha gente, que "Pega Pega" teve uma das maiores médias de audiência no horário. O que é um bom motivo na hora de pensar em uma reprise. Como a vida não está fácil para ninguém e a TV Globo, inclusive, teve que rever sua programação diante da pandemia, continuar reexibindo histórias despretensiosas, leves e bem-humoradas, até que as inéditas ocupem todos os horários, é um grande serviço neste momento tão complicado.