PUBLICIDADE
Topo

Luciana Bugni

A aula de amor ao próximo que é o divórcio de Fernanda Souza e Thiaguinho

Fernanda Souza fez um post no Instagram, no sábado (23), para falar de novo relacionamento com Eduarda Porto - Reprodução/Instagram
Fernanda Souza fez um post no Instagram, no sábado (23), para falar de novo relacionamento com Eduarda Porto Imagem: Reprodução/Instagram
Conteúdo exclusivo para assinantes
Luciana Bugni

Luciana Bugni é gerente de conteúdo digital dos canais de lifestyle da Discovery. Jornalista, já trabalhou na "Revista AnaMaria", no "Diário do Grande ABC", no "Agora São Paulo", na "Contigo!" e em "Universa", aqui no UOL. Mora também no Instagram: @lubugni

Colunista do UOL

26/04/2022 04h00

Thiaguinho e Fernanda Souza ficam oito anos juntos. Depois desse tempo, se separam. À época, o Brasil inteiro passou a duvidar do amor, dos relacionamentos, da instituição do matrimônio. "Ah, se esse casamento acabou, não dá mais para acreditar em nenhum relacionamento", diziam os decepcionados.

Parece que a gente projeta as nossas frustrações nos casamentos de outrem: se nem eles foram felizes para sempre, como é que eu vou ser?

Acontece que o felizes para sempre não precisa ser junto, oras. Thiaguinho pode ser feliz para sempre ali, Fernanda feliz para sempre acolá. E mesmo assim, separados, eles podem ser felizes um pelo outro — opa, como é que é?

Thiaguinho assumiu relacionamento com Carol Peixinho há algumas semanas. Enquanto o ser humano usuário de internet começou a futricar "coitada da Fernandinha", a atriz estava ali desejando tudo de melhor para o casal. Pessoal chama de maturidade, mas no fundo é respeito ao próximo apenas.

Agora foi a vez de Fernanda, que assumiu o relacionamento com Eduarda Porto. Lá vem a pessoa com wifi dizer alguma coisa, enquanto Thiaguinho responde no post do casal: "E amor é pra sentir, não pra entender? Falando em amor, eu amo muito vocês! Todo meu carinho e respeito? Vocês sabem o quanto! E você TEM que ser feliz? Porque você é PHODA! Eternamente ao seu lado!" (Deposite aqui seu suspiro.)

Eu sou uma defensora daquele verso do Bidê o Balde: "é sempre amor mesmo que acabe". Afinal, se a gente passou um tempo amando alguém, não tem porque não sentir carinho depois que o relacionamento acaba. Claro que não é sempre que se pode expressar o amor desse jeito pelo ex — tem atual que não aceita, tem ex que não vale um real, tem gente que fica tão magoada com o fim da relação que não consegue pensar em nada bom para dizer (e acaba dizendo só coisas ruins).

Mas quando o ciúme ou o rancor falarem mais alto, dá sempre para lembrar da parte boa do relacionamento que acabou, dos motivos que fizeram com que ficasse com aquela pessoa, do afeto que não termina com o fim da convivência diária, com a torcida carinhosa para que os novos relacionamentos sejam felizes para quem já foi (ou segue sendo) uma parte importante da gente.

É sempre amor mesmo que alguém se esqueça o que passou. Você pode discordar de mim no Instagram.