PUBLICIDADE
Topo

Arte Fora do Museu

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

São Paulo ganhará 5 esculturas de personalidades negras

Conteúdo exclusivo para assinantes
Andre Deak / Felipe Lavignatti Felipe Lavignatti

O projeto Arte Fora do Museu nasceu em 2011 com os pesquisadores e jornalistas Andre Deak e Felipe Lavignatti, como um levantamento de obras de arte nas ruas da cidade de São Paulo. Hoje em mais de 500 cidades do mundo, milhares de obras e centenas de artistas, é um guia de arte urbana que inclui arquitetura, escultura, graffiti e mural. Andre Deak e Felipe Lavignatti são também sócios na produtora Liquid Media Lab, com projetos de comunicação digital, arte e diversos trabalhos no campo da inovação.

Felipe Lavignatti

Colunista do UOL

18/08/2021 14h17

Resumo da notícia

  • Carolina Maria de Jesus, Adhemar Ferreira da Silva, Itamar Assumpção, Madrinha Eunice e Geraldo Filme serão homenageados
  • Previsão de entrega de todas é para fevereiro de 2022
  • Até o momento, apenas 5 esculturas de São Paulo retratam pessoas negras

Em uma cidade onde existem mais homenagens a bandeirantes do que a índios, vem uma notícia para começar a mudar um pouco esse cenário. A prefeitura da cidade de São Paulo anunciou essa semana a instalação de cinco novas esculturas retratando personagens negros da nossa história. A previsão é que a entrega de todas seja feita até fevereiro do ano que vem.

Um levantamento do Instituto Polis sobre os monumentos da cidade aponta que existe uma sub representação não só de negros como de mulheres e da população indígena. Dos 367 monumentos da cidade, 200 são de figuras humanas. Nesses, 169 representam formas humanas masculinas, 24 femininas. Ao todo são 155 formas humanas de pessoas brancas. Já a população indígena tem apenas 4 monumentos, todos de figuras masculinas. As pessoas negras aparecem em 5 monumentos, em 4 representados por homens negros e um por uma mulher. Com a chegada dessas novas obras, o número de homenagens à população negra dobrará.

Aproveitando a semana de Valorização do Patrimônio, evento organizado pela Prefeitura para discutir o patrimônio histórico da cidade, foi anunciado a realização e instalação de cinco novas esculturas. Confira abaixo a lista de homenageados e os locais informados pela Prefeitura de São Paulo:

Carolina Maria de Jesus: estátua representando a escritora Carolina Maria de Jesus, autora de Quarto de Despejo e diversos outros livros.
Localização: Parque Linear Parelheiros, onde Carolina viveu por muitos anos, onde se encontram o Centro de Cidadania da Mulher e o Ponto de Leitura Carolina de Jesus

Geraldo Filme: estátua do músico sambista Geraldo Filme.
Localização: Praça David Raw, na Barra Funda, próximo ao antigo Largo da Banana, muito frequentado por Geraldo e marca do Samba Paulistano; aprovado por pessoas do movimento e pela própria família do Geraldo.

Adhemar Ferreira da Silva: estátua do atleta olímpico e tri-campeão pan-americano em salto triplo.
Provável localização: Canteiro central da Avenida Braz Leme (Casa Verde), no bairro onde o atleta sempre morou na Casa Verde e onde clubes de atletismo surgiram a partir do sucesso dele.

Deolinda Madre (madrinha Eunice): estátua da sambista e ativista negra Deolinda Madre, mais conhecida como madrinha Eunice, fundadora da primeira escola de samba da capital, a Lavapés.
Localização: Praça da Liberdade (sugerido pelos familiares e pesquisador sobre o Samba Tadeu Kaçula)

Itamar Assumpção: estátua do cantor, compositor e musicista Itamar Assumpção.
Localização: A Prefeitura ainda está em contato com a família do artista para indicação de lugares possíveis para a homenagem.

Informações da Prefeitura da Cidade De São Paulo.