PUBLICIDADE
Topo

Restaurantes e shoppings de SP terão restrições a partir de segunda (25)

Restaurantes enfrentarão restrições por avanço da pandemia - Carlos Alkmin/Getty Images
Restaurantes enfrentarão restrições por avanço da pandemia Imagem: Carlos Alkmin/Getty Images

Pedro Fonseca

22/01/2021 14h17

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira medidas mais rígidas conter a Covid-19 mediante uma disparada recente nos casos e nas mortes provocadas pelo coronavírus, colocando o Estado inteiro na fase vermelha — a mais rigorosa — do plano de combate à Covid-19 durante os finais de semana e entre 20h e 6h nos dias úteis.

Durante a fase vermelha determinada nesses horários, estabelecimentos como bares, restaurantes, comércio e shoppings estão proibidos de funcionar. Nos finais de semana de 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro esses locais permancem fechados. As medidas passam a vigorar a partir de segunda-feira.

A decisão de reforçar a quarentena ocorre após o Estado registrar três semanas seguidas com mais de 10 mil casos novos de Covid, com o número de óbitos pela doença dobrando nas últimas semanas, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

"Precisamos que pessoas estejam vivas para que possam ir a restaurantes, shoppings e parques", disse o governador de SP, João Doria, no anúncio das novas medidas, acrescentando que São Paulo não irá ceder a protestos contra os fechamentos dos estabelecimentos.

De acordo com o Centro de Contingência da Covid-19 do governo de São Paulo, que recomendou o reforço das medidas, o cenário para os próximos dias no Estado pode ser "sombrio", e as medidas anunciadas poderão ser reforçadas se necessário.