PUBLICIDADE
Topo

Querida por uns, trauma para outros, hera tem beleza incontestável

Hera é uma planta que divide opiniões para sempre faz sucesso nos ambientes - Getty Images/iStockphoto
Hera é uma planta que divide opiniões para sempre faz sucesso nos ambientes Imagem: Getty Images/iStockphoto

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

17/07/2021 04h00

A Hera é uma planta que costuma dividir opiniões. Há que diga que ela é de fácil cultivo e muito boa para se ter em casa, mas também aqueles que já tiveram experiências negativas ao cuidar da planta (por acharem que ela é muito exigente com os cuidados) e não queiram ver uma de novo tão cedo... Mas uma coisa é unânime: a beleza da planta que cresce em cascata é indiscutível.

Segundo Juliana de Almeida, jornalista especializada na criação de conteúdo sobre plantas no perfil @plantalaemcasa, de fato algumas pessoas acham bem fácil de cuidar da Hera e outras não querem nem vê-la por perto.

Mas, de forma geral, ajustando alguns cuidados ela pode sim ser considerada fácil de cultivar em casa".

Grande variedade

Juliana e sua Hera - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Juliana e sua Hera
Imagem: Arquivo pessoal

Conforme Juliana, existe um número muito grande de variedade de Heras, mas como toda planta tropical, os cuidados são bem parecidos.

"É uma planta muito versátil, pois vive bem em sombra (que não pode ser confundido com breu), meia sombra e até sol direto, desde que passe por um processo chamado rustificação, onde a planta é levada aos poucos para o sol para a sua adaptação", afirma.

Para as regas, Juliana recomenda que o teste do dedo seja aplicado antes de molhar novamente o solo.

"Quanto à rega da Hera e de todas as outras plantas, o mais indicado é fazer o teste do dedinho, que consiste em enfiar o dedo no substrato e sentir como está. Se sair úmido, espere mais uns dias antes de regar. Já se sair seco, pode regar", diz, lembrando que excesso de água pode ser um dos principais motivos para a perda da Hera.

Crescimento da Hera

A Hera é uma planta que cresce bastante quando saudável e por isso é tão comum vê-la subindo pelos muros das casas. "Se seguir os cuidados direitinho, adubar com certa frequência e dar o que ela precisa em relação à luminosidade, ela vai crescer bem rápido", conta Juliana.

Hera e suas raízes - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Hera e suas raízes
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Ela indica que apesar de podermos ter plantas em todos os ambientes, é necessário se atentar se eles oferecem o que cada espécie precisa. No caso da Hera, ela é comumente cultivada em quartos e salas de estar, desde que tenham as condições ideais.

Já o vaso ideal irá variar bastante de acordo com o clima da região.

Um fator importante é que, independente do material, o vaso para qualquer planta precisa ter furo, senão não vai realizar a drenagem e escoar a água, o que é super necessário para a saúde das verdinhas", explica.

Vasos de plástico, por exemplo, mantém o solo úmido por mais tempo, já os de barro sugam mais a água. "Para Hera, eu utilizo os de plástico mesmo. Ah, é importante para essa espécie que o vaso não tenha uma profundidade muito grande", aconselha Juliana.

Hera - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Sinal vermelho para crianças e animais

A Hera é considerada tóxica para crianças e animais se ingerida. "Mas sempre aconselho a não sair jogando fora a plantinha. Há formas de viver em harmonia com todos. Eu mesma tenho criança e cachorro em casa e eles nunca se interessaram em comer minhas plantas. Há maneiras de deixar as plantas no alto, penduradas, etc", afirma a criadora de conteúdo.

Para a decoração, a Hera oferece um leque de possibilidades. Pode ser usada como forração até como pendente ou trepadeira.

Para que a Hera 'escale', basta dar um suporte necessário para ela e ir arrumando da forma que mais gostar", indica.