PUBLICIDADE
Topo

Jacquin paga multa e reabre restaurante: "Reconheço que estávamos errados"

O chef teve o restaurante lacrado na terça-feira (11) por funcionar além do horário permitido pelo processo de reabertura e flexibilização da quarentena em SP - Divulgação
O chef teve o restaurante lacrado na terça-feira (11) por funcionar além do horário permitido pelo processo de reabertura e flexibilização da quarentena em SP Imagem: Divulgação

Gabrielli Menezes

De Nossa

13/08/2020 20h38

Após ter seu restaurante Président interditado pela prefeitura de São Paulo, o chef Erick Jacquin anuncia a reabertura da casa nesta sexta-feira (14).

"Seguindo todos os protocolos de segurança que a lei exige para os meus funcionários e meus clientes, depois de realizarmos o pagamento da multa por ter ultrapassado o horário de funcionamento no último sábado (8), o Président vai reabrir", escreveu o chef em nota.

O restaurante estava fechado desde terça-feira (11). A ação, feita pela Subprefeitura de Pinheiros, foi motivada por fotos tiradas por fiscais no primeiro fim de semana em que as casas do setor foram autorizadas a funcionar até as 22 horas. As imagens mostram clientes consumindo no local às 22h39, 39 minutos após o horário previsto.

president - Subprefeitura de Pinheiros/Reprodução - Subprefeitura de Pinheiros/Reprodução
O Président, nos Jardins: lacrado por funcionar além do horário
Imagem: Subprefeitura de Pinheiros/Reprodução

"Peço gentilmente que os clientes compreendam, mas às 21h45 será solicitado que todos comecem a se preparar para deixar o estabelecimento, uma vez que precisamos cumprir o que a lei exige", diz Jacquin.

O cozinheiro assumiu o erro e se explicou: "Reconheço que sábado passado eu e a minha equipe estávamos errados, ultrapassamos o horário pensando apenas em não ser deselegante com os clientes que terminavam suas refeições. Mas eu sempre estive ao lado da lei, então isso não vai se repetir".

Entenda o caso

De acordo com o modelo mais recente divulgado pela prefeitura, bares e restaurantes podem operar entre 11 e 22 horas. A opção de fracionar o atendimento ou trabalhar direto fica a cargo do empreendedor, desde que o limite de seis horas diárias seja respeitado.

Na terça (11), a prefeitura de São Paulo lacrou quatro estabelecimentos por descumprirem as ordens do modelo de reabertura e flexibilização da quarentena. Entre eles estava o restaurante do francês Érick Jacquin, o Président, localizado nos Jardins.

Em entrevista a Nossa, o subprefeito de Pinheiros, Acacio Miranda, explica que a fiscalização do cumprimento das leis se dá através do comparecimento pessoal dos fiscais, que realizam fotos no local. "Também há um aplicativo que dá o georreferenciamento do lugar e o horário em que as imagens foram extraídas para que ninguém possa contestá-las depois", diz Acacio.

Segundo ele, existem algumas etapas para a reabertura do restaurante. A primeira delas é o pagamento da multa. Depois, o empresário deve apresentar um pedido no qual ele assume o compromisso de cumprir com todos os protocolos necessários para o combate a covid-19. Após a realização de uma análise, a autorização é concedida pelo subprefeito.