PUBLICIDADE
Topo

Com ajuda ou sozinhos, famosos criam suas identidades e ditam estilos

Enquanto algumas celebridades têm seus stylists sempre as acompanhando, algumas no exterior optaram por criarem a própria identidade visual  - Divulgação
Enquanto algumas celebridades têm seus stylists sempre as acompanhando, algumas no exterior optaram por criarem a própria identidade visual Imagem: Divulgação

Gustavo Frank

De Nossa

10/08/2020 04h00

Não há dúvidas: são as celebridades que mais influenciam no nosso estilo no dia a dia. Aquela roupa que vemos em um filme, o estilo do nosso famoso favorito no Instagram e até mesmo um corte de cabelo. Grande parte desse trabalho é feito pelas mãos e mentes dos stylists, que tem como trabalho ajudar a criar uma imagem para os nossos ídolos.

"É uma das coisas mais importantes, alem do talento, a criação da imagem", conta João França Ribeiro (@joaoribeiroo), stylist da cantora Pabllo Vittar, ao Nossa.

São as roupas que definem o que as pessoas vão ver do artista. É algo muito ligado ao comercial, ela precisa vender, inspira outras pessoas".

João destaca ainda a diferença entre stylist e estilista, que pode ser confundido por alguns: "É legal enfatizar que o trabalho do stylist é criar a imagem da moda. Ele cria a identidade, não a roupa"".

No entanto, nem sempre eles estão presentes.

Nos últimos anos, alguns famosos passaram a serem os stylists de si mesmo, o que não é um trabalho fácil. Afinal, a imagem é uma das principais formas de se destacar no cenário artístico e criar uma identidade única — mais do mesmo ninguém quer ver, satura-se facilmente.

Self stylists

Entre os que se aventuram por conta própria nesse mundo está, mais recentemente, Taylor Swift. A cantora apresentou para "folklore" uma estética, até então, nova para si mesma sob a própria consultoria. O visual campestre, marcado por peças xadrez e o contraste entre tecidos leves e pesados, partiu da sua concepção e não deixa de ser uma forma de criar imagem para a sua música.

Taylor Swift - folklore - Beth Garrabrant - Beth Garrabrant
Ensaio de Taylor Swift para o álbum "folklore"
Imagem: Beth Garrabrant

Taylor Swift - Beth Garrabrant - Beth Garrabrant
Visual da cantora é marcado pelo estilo campestre
Imagem: Beth Garrabrant

E, como moda não se restringe apenas as roupas, até o penteado cria identidade. No caso de Taylor Swift, os fios presos à la princesa Leia, de "Star Wars" — não muito diferente do que vimos nos últimos meses quando várias pessoas começaram a descolorir as franjas como Dua Lipa.

Taylor Swift - Instagram/Reprodução - Instagram/Reprodução
Penteado "princesa Leia" de Taylor Swift
Imagem: Instagram/Reprodução

Dua Lipa - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
A cantora britânica Dua Lipa
Imagem: Reprodução/Instagram

Outro nome que podemos citar como self stylist é o de Blake Lively, que marcou uma geração de estilo para adolescentes durante a exibição da série "Gossip Girl" e agora, adulta e mãe três filhos, influencia até as mães.

Blake Lively - Divulgação - Divulgação
Blake Lively na época de "Gossip Girl"
Imagem: Divulgação

Blake Lively - Getty Images - Getty Images
Blake Lively em 2019
Imagem: Getty Images

"A criação de uma identidade tem que dizer pela própria celebridade", acrescenta João França. "Ela precisa segurar o visual e acreditar nele. Esse é um dos principais processos, porque é o que as pessoas vão ver".

No universo masculino não é diferente. Timothée Chalamet, eleito como o mais bem vestido de 2019, é o stylist de si mesmo. Obviamente, isso não descarta algumas consultorias e "mimos" de grifes que, convenhamos, são muito bem-vindos para quem quer criar uma identidade sob os holofotes.

Timothée Chalamet  - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Timothée Chalamet
Imagem: Reprodução/Instagram

Timothée Chalamet  - Getty Images - Getty Images
Ator de alfaiataria monocromática no red carpet
Imagem: Getty Images

"A imagem precisa ser coerente", conclui o parceiro de trabalho de Pabllo Vittar ao Nossa. "É preciso entender quem é o cliente, o que ele gosta e a mensagem que quer passar".

Dito tudo isso, podemos concluir que o papel do stylist é fundamental. Ele é comum no universo das celebridades no exterior e está sendo enraizado aos poucos no Brasil. No entanto, alguns famosos decidem por assumir essa função, não necessariamente em tempo integral para suas aparições, mas em determinadas ocasiões.

Ou se assume esse cargo, que leva tempo e dá trabalho, mas por um lado é vantajoso, pois ninguém melhor do que nós mesmos para saber a nossa própria identidade. Ou se tem uma figura criativa e que conheça o trabalho para andar lado a lado e construir uma figura ainda mais elaborada.