PUBLICIDADE
Topo

Cores fortes e mão na massa animam o quarto de Karla Amadori, do Diycore

O quarto de Karla Amadori, do Diycore, é como seu trabalho: cheio de cor e muita mão na massa - Divulgação
O quarto de Karla Amadori, do Diycore, é como seu trabalho: cheio de cor e muita mão na massa
Imagem: Divulgação

Carol Scolforo

Colaboração para Nossa

06/08/2020 04h00

Nas mídias sociais, ela é musa do faça-você-mesmo. Karla Amadori, do @Diycore, vive criando conteúdos autorais, à frente de uma rede que alcança mais de um milhão de pessoas todo mês. Na vida real, é no quarto laranja, cheio de energia e de toques pessoais, que ela se refugia ainda na casa dos pais.

Há seis anos ela começou a produzir conteúdo, depois de se formar em design de interiores e se encantar pelo mundo da decoração. "Comecei um canal com marcenaria, ensinando a fazer pequenos objetos de decor e evoluindo para móveis", conta.

No começo tudo se resumia aos móveis. Só que um amigo, o Daniel, do @cafofododani - que você já viu por aqui - deu um trabalho a mais, ou melhor, muitos trabalhos a mais, afinal, o móvel criado por ela destoou do quarto. "Daí veio a ideia de transformar o cafofo. Foi lá que tudo começou e não parou mais", ri.

Transformações

Karla Amadori, do Diycore - Divulgação - Divulgação
Karla Amadori, do Diycore
Imagem: Divulgação

Com o sucesso do "depois" do Cafofo do Dani, vieram mais pedidos - mas Karla só consegue atender amigos e familiares e não abre os serviços ao público todo. "Sempre que encaramos um desafio, damos uma olhada no antes, nas possibilidades, faço um 3D e começamos toda a produção", explica. Ao lado de Johnatan, o namorado, ela faz de tudo: da criação de conteúdo às vendas aos parceiros.

Com a mão na massa, a dupla só não faz o trabalho mais pesado, como assentar piso, azulejo, construir paredes. "Poderíamos tentar, mas não é certo incentivar pessoas a tentarem", diz. Uma cama tatame, com encaixes, foi a que deu mais trabalho em todos esses anos. "E jamais faria de novo a prateleira com fixação invisível. Abandonei a ideia", ela conta.

Impacto na vida

As cores vibrantes, o uso de texturas naturais, como palha, madeira e plantas são uma marca registrada do Diycore. É com esses elementos que o quarto de Karla hoje esbanja personalidade, com parede laranja e uma cabeceira daquelas que saltam do Pinterest.

Quarto de Karla Amadori, do Diycore - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação
Quarto de Karla Amadori, do Diycore - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Não à toa é o projeto que ela mais amou fazer. "Entre os móveis, o meu armário foi o que mais me fez feliz". O quarto tem ideias simples, mas de efeito, como pintar a parede com uma cor forte, e sintonizar o entorno. Prateleira com plantinhas, um bom jogo de cama e palha em pontos estratégicos deram o arremate perfeito.

Casa é um reflexo de quem você é. Ela nunca está igual, porque deve acompanhar suas fases e mudar com seu humor. A ideia é transmitir o que você é e sente."

O quarto vive em mudança. "Agora me aquietei mais com móveis, mas as coisas estão sempre mudando por lá", ri. Aqui, Karla dá as melhores dicas que acumulou ao longo de seis anos transformando casas com orçamento mínimo.

Dicas de Karla para transformar a casa

  • Nada acontece da noite para o dia. "Sempre digo às pessoas o quanto é importante sentir o ambiente primeiro para depois começar a transformar". Ou seja, compor o espaço aos poucos, com objetos que tenham história, memória afetiva, ajuda a ter uma decoração que conta histórias;
  • Foco no reaproveitamento. "Tudo pode ter uma nova função. Pintando, adicionando elementos, um banquinho pode virar uma mesa lateral. Às vezes até a própria matéria-prima dele serve para criar outro item", diz ela, que recomenda olhar mais para as coisas que temos em casa;
  • A transformação sempre deve começar pelas paredes. "Precisamos entender o que vai acontecer com elas antes de tudo o que virá. Vai apostar em lambris, em tinta? A parede deve ser o primeiro lugar no qual você vai mexer.";
  • Morando de aluguel, não desanime e vá à luta: "Sempre digo que mesmo que a pessoa não saiba quanto tempo vai morar ali, vale a pena ter o mínimo de cuidado e carinho com o espaço que te cerca. É onde você vai renovar as ideias, onde você vai descansar para o próximo dia, então ele merece ser bonito."

@ que me inspiram

@joannagaines

Vejo muito o programa de TV dela, Do Velho ao Novo, me inspira bastante!

@bintihome

De Amsterdam, esse perfil tem muito a ver com meu trabalho. Vejo para saber o que ela está usando, as tendências.