PUBLICIDADE
Topo

Com pegada "rústica e clean", jornalista dá personalidade a apê alugado

No apê alugado, Verônica investiu em uma parede com personalidade e quadros que refletem sua essência - Reprodução Instagram
No apê alugado, Verônica investiu em uma parede com personalidade e quadros que refletem sua essência Imagem: Reprodução Instagram

Pedro Fonseca

De Nossa

16/04/2020 04h00

Apaixonada por cultura pop e decoração, Veronica Apendino mostra em seu @apedoandar29 o desafio de deixar um imóvel alugado com a sua cara. Para isso, incorporou elementos do estilo escandinavo, de cores neutras e uma mescla entre o tradicional e o moderno.

Antes de se aventurar com sua própria conta no Instagram, a jornalista de 31 anos incentivou uma amiga a criar um perfil de seu apartamento (o @nossoape.44, de Cibelly França, que você pode conhecer ao final da matéria). O sucesso do perfil-amigo foi o empurrãozinho que faltava: a jornalista colocou a mão na massa e começou a planejar a decoração de seu espaço e dividir suas experiências na rede social.

Dá para mexer no apê alugado?

O maior desafio de Veronica era combinar sua preferência pela pegada de montanha, folk, rústica e clean com o espaço original, sem muitas interferências. Para isso, a jornalista teve atenção desde a seleção do imóvel que alugaria. "As minhas prioridades quando visitava lugares era ter armários neutros - no meu caso, são brancos (quartos cozinha e banheiros) -, e ter piso de madeira neutro também".

"Se a pessoa já tem o espaço alugado e não pode mexer na estrutura, o melhor a fazer é apostar em decorar as paredes. Pintar, colocar quadros que tenham a essência dos moradores e prateleiras que possam receber itens de decoração. Todas essas são mudanças que podem ser revertidas na entrega do apartamento", indica.

O importante é ter a sua personalidade, coisas que façam sentido e tenham um valor sentimental".

Como contornar perrengues

Veronica não tem limites quando o assunto é decoração  - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Veronica não tem limites quando o assunto é decoração
Imagem: Arquivo pessoal

Sua principal dificuldade ao se mudar para o imóvel de 63 m² foi a falta de opções para guardar seus pertences. O guarda-roupa não era suficiente para os sapatos e os armários da cozinha não acompanharam a necessidade de espaço por novas louças e despensa.

No quarto, a saída foi incluir uma cômoda, também usada como escritório. Já na cozinha, a solução foi aproveitar a sala e criar um bar para as taças. Outra solução por mais espaço foi trocar a mesa retangular por uma redonda e incorporar um buffet para guardar pratos e travessas.

Afeto em cada cômodo

Há dois anos em seu cantinho, Veronica conta com peças queridas e móveis unitários para não cair na decoração de showroom.

Seus objetos favoritos ficam no bar e a horta, onde ela retrata seu gosto por plantas: "É muito boa a sensação de pegar uma erva fresca que você cuidou para cozinhar", diz.

A horta que Veronica mantém e cuida com todo carinho do mundo - Instagram/apedoandar29 - Instagram/apedoandar29
A horta que Veronica mantém e cuida com todo carinho do mundo
Imagem: Instagram/apedoandar29

Seu lugar favorito, no entanto, é a sala de jantar, onde consegue reunir os amigos. "Em geral, quando a galera vai em casa, ficamos na mesa, porque é onde tem comida ou onde jogamos alguma coisa".

As @ que me inspiram

@viktoria.dahlberg

“Ela mora no Brooklyn, em Nova York, e tem uma casa com muita planta e um gosto especial por moda. É tudo sobre estética no fim das contas, mas ela mostra muito a vida dela a partir de sua casa e os looks".

@nossoape.44

“Esse é da minha melhor amiga, que eu incentivei a criar o perfil e no fim das contas acabou me inspirando a criar o meu. Ela é muito mais industrial do que eu, mas tem uma pegada muito autêntica”.