PUBLICIDADE
Topo

Hotel de luxo na África do Sul fica dentro de trem e no meio de uma ponte

O hotel de luxo Kruger Shalati, na África do Sul - Divulgação
O hotel de luxo Kruger Shalati, na África do Sul
Imagem: Divulgação

Bárbara Ligero

Colaboração para Nossa

24/07/2020 04h00

Devido à pandemia de coronavírus, 2020 foi um ano fraco em inaugurações hoteleiras. Porém, o Parque Nacional Kruger, popular destino de safári na África do Sul, está prestes a ganhar uma nova e empolgante opção de hospedagem.

Com previsão de ser inaugurado entre dezembro desse ano e janeiro do ano que vem, o hotel de luxo Kruger Shalati ficará dentro de um antigo trem, que por sua vez está estacionado nos trilhos desativados de uma ponte sobre o Rio Sabie.

O empreendimento renovará as opções de hospedagem da maior reserva sul-africana, onde os visitantes se dividem entre acampamentos e lodges. Porém, sua proposta está longe de ser uma novidade. O hotel homenageia os primórdios do turismo no Parque Nacional Kruger, há quase cem anos.

Hotel aproveita a estrutura de uma antiga linha de trem, até mesmo com os vagões da composição - Divulgação - Divulgação
Hotel aproveita a estrutura de uma antiga linha de trem, até mesmo com os vagões da composição
Imagem: Divulgação

Isso porque, no início da década de 1920, os primeiros turistas se locomoviam pela região principalmente através dos trens, que tinham permissão para estacionar durante a noite sobre a ponte Selati - exato local onde o Kruger Shalati será posicionado.

Terminada a reforma, o trem terá 24 quartos de luxo dentro dos vagões, com paredes de vidro emoldurando a vista para a savana e o rio, onde circulam crocodilos, hipopótamos, búfalos e elefantes.

Interior do luxuoso hotel a ser inaugurado no início de 2020 - Divulgação - Divulgação
Interior do luxuoso hotel a ser inaugurado no início de 2020
Imagem: Divulgação
Visual de um dos quartos do Kruger Shalati, na África do Sul - Divulgação - Divulgação
Visual de um dos quartos do Kruger Shalati, na África do Sul
Imagem: Divulgação

As imagens já divulgadas pelo hotel também mostram uma banheira posicionada em frente à janela e decorações de design africano. O restaurante ficará em outro vagão, enquanto uma piscina será instalada em um deck em frente ao trem.

Nesses espaços serão permitidos apenas hóspedes com mais de 12 anos. Para as famílias com crianças será construída uma propriedade adjacente, mas fora da ponte, com sete quartos que poderão ser interconectados. A expectativa é que esse anexo, batizado de "Bridge House", fique pronto até 2022.

As tarifas do futuro Kruger Shalati não são muito diferentes das demais hospedagens de luxo da região. Segundo uma matéria publicada pelo Business Insider em maio, os quartos dentro dos vagões do trem custarão cerca de US$ 485 por pessoa e por noite (cerca de R$ 2500).

O valor é válido para duas pessoas se hospedando juntas e inclui todas as refeições, bebidas e dois safáris por dia.

Reserva famosa

Animais no famoso Kruger National Park - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Animais no famoso Kruger National Park, na África do Sul
Imagem: Getty Images/iStockphoto

O Parque Nacional Kruger é conhecido pelas boas chances de avistar os "Big Five", termo que designa os cinco mamíferos de grande porte mais difíceis de serem caçados. São eles o leão, o elefante, o búfalo, o leopardo e o rinoceronte.

A reserva fechou em 25 de março como parte das medidas da África do Sul para conter o avanço do coronavírus. Porém, desde 6 de junho estão sendo permitidas as excursões self-drive de um dia, em que os visitantes passeiam com seu próprio carro pela região durante o dia e voltam antes do anoitecer.