PUBLICIDADE
Topo

Itália proíbe viajantes da Colômbia e exige teste de pessoas da Europa

Testes serão obrigatórios para detectar o novo coronavírus (Sars-CoV-2) para quem retornar da Croácia, Grécia, Malta e Espanha - Getty Images
Testes serão obrigatórios para detectar o novo coronavírus (Sars-CoV-2) para quem retornar da Croácia, Grécia, Malta e Espanha Imagem: Getty Images

Da ANSA

12/08/2020 16h24

O Ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, determinou nesta quarta-feira (12) a proibição de entrada e trânsito para pessoas com passagem recente pela Colômbia e a realização de testes obrigatórios para detectar o novo coronavírus (Sars-CoV-2) para quem retornar da Croácia, Grécia, Malta e Espanha.

"Devemos continuar na linha da prudência para defender os resultados alcançados nos últimos meses com o sacrifício de todos", escreveu o político no Facebook.

A medida foi tomada após reunião entre Speranza, o ministro das Relações Regionais, Francesco Boccia, e os governadores das regiões do país para definir um procedimento padrão para todo o território.

Mais cedo, a ANSA teve acesso ao rascunho da regra, o qual informa que todos os italianos que voltarem dessas nações precisam apresentar um teste PCR negativo que tenha sido feito nas últimas 72 horas e necessitarão fazer um novo teste em até 48 horas desde que entraram na Itália.

O texto ainda cita a possibilidade de fazer o exame no aeroporto e que isso será testado de maneira experimental onde for possível.

No mês passado, o ministro da Saúde já havia determinado a proibição de entrada e trânsito de pessoas que estiveram no Brasil e em outros 12 países que ainda não controlaram a pandemia.