PUBLICIDADE
Topo

Dubai anuncia transformação do local da Expo 2020 em cidade 'futurista'

O centro com os mais de 200 pavilhões da Expo 2020 em Dubai será reaproveitado - Divulgação
O centro com os mais de 200 pavilhões da Expo 2020 em Dubai será reaproveitado Imagem: Divulgação

da AFP, em Dubai

22/06/2022 14h09

O local da Expo 202 se tornará em outubro o "Expo City Dubai", uma cidade futurista que abrigará as sedes de grandes empresas, um centro de exposições e um novo museu, anunciou o emirado do Golfo nesta segunda-feira (20).

Durante o encerramento da exposição universal em 31 de março, os organizadores já afirmaram que o local gigantesco — o dobro da superfície de Mônaco e que custou US$ 7 bilhões (R$ 36,2 bilhões) — não ficaria abandonado.

"Hoje anunciamos a transformação do local da exposição na Expo City Dubai, uma nova cidade que ilustra as ambições de Dubai", segundo um tuíte nesta segunda-feira do xeique Mohamed bin Rashed al-Maktum, líder do emirado e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos, dos quais Dubai faz parte.

A cidade, unida ao porto e aos dois aeroportos de Dubai, abrigará as sedes da DP World, operadora do porto de Dubai, do grupo alemão Siemens, e de diferentes pequenas e médias empresas, segundo um comunicado publicado pelo escritório do xeique Mohamed, que fala de um lugar "futurista" e "respeitoso com o meio ambiente".

Espaço que recebeu o público durante a Expo 2020 Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, continuará a abrigar os pavilhões da Arábia Saudita, Marrocos e Egito, além de sede de grandes empresas e do centro de exposições - Tomaz Silva/Agência Brasil - Tomaz Silva/Agência Brasil
Espaço que recebeu o público durante a Expo 2020 Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, continuará a abrigar os pavilhões da Arábia Saudita, Marrocos e Egito, além de sede de grandes empresas e do centro de exposições
Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil

A próxima exposição universal acontecerá em Osaka, no Japão, em 2025.